Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Angolanos em prontido

10 de Dezembro, 2015
Os representantes angolanos na Taça de África dos Clubes Campeões de basquetebol seniores masculinos, Recreativo do Libolo, campeão continental, Petro de Luanda, campeão nacional e 1º de Agosto formação com mais troféus conquistados na competição (8), estão em prontidão para o assalto ao título na edição deste ano que Luanda alberga, e que abre as cortinas hoje no pavilhão multiusos do Kilamba.

A festa do bola ao cesto em Luanda tem continuidade, após à realização da competição feminina, com vitória agostina e consagração angolana. As duas competições são testemunhas vivas do contributo de Angola no desenvolvimento do basquetebol africano, sempre carente de provas regulares e com alto índice de organização como sucede agora com as duas competições que o país assegura, com o Desportivo do Maculusso e o 1º de Agosto a darem a cara como clubes organizadores.

O basquetebol angolano é o mais titulado do continente, tanto ao nível de clubes como de selecções, daí o interesse que desperta a prova. As nossas três equipas em prova são potencialmente candidatas ao título, os três conjuntos já obtiveram o título na competição e as conjecturas apontam, porque não, para um pódio angolano. Angola perdeu o título a nível de selecções, mas continua a ser o papão do continente. Neste momento, tem tudo para manter a hegemonia na competição de clubes.

Os investimentos feitos com estágios fora do país, jogos e torneios como são os casos do Libolo e do1º de Agosto em Portugal e Espanha, do Petro de Luanda na Argentina, criam premissas para que haja pouco espaço de manobra às outras formações, que esperam quebrar a hegemonia angolana nesta edição que Luanda acolhe. Como segunda competição mais importante da bola ao cesto no continente, em masculinos, depois do Afrobasket, a Taça dos Clubes Campeões tem o condão de trazer até nós os melhores executantes que evoluem no continente, daí que se espera uma competição com muitas estrelas a brilhar.

Tal como aconteceu com a prova feminina, uma vitória angolana vinha atenuar a dor da perda do título na Tunísia, num outro ângulo, podia servir de alerta aos nossos rivais em África que o basquetebol angolano está vivo e resgatar o título é a próxima meta. Os adeptos angolanos esperam, a partir de hoje, uma boa postura dos nossos representantes na Taça dos Clubes Campeões, que estão na primeira linha dos conjuntos favoritos.
Há condições para o título ficar em casa.

Últimas Opinies

  • 25 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Dou, primeiro, os parabéns à selecção da África do Sul, que tem um nível de intensidade de jogo superior ao nosso, pois na metade da primeira parte já estavam a ganhar por dois a zero. Nós também criamos boas jogadas, infelizmente não concretizamos

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    O almejado retorno Taa das Naes!

    A presença de Angola na 32ª edição da Taça de África das Nações em futebol já é um facto.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estou aqui para trabalhar. É uma realidade nova para mim. Nunca estive em África.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Angola est no Egipto

    O país acordou, hoje, na ressaca da explosão festiva resultante da qualificação da selecção nacional de futebol, ao Campeonato Africano das Nações, a disputar-se em Junho e Julho, no Egipto.

    Ler mais »

Ver todas »