Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Angolanos na Champions

05 de Dezembro, 2019
As duas equipas angolanas envolvidas na Liga dos Campeões Africanos, nomeadamente 1º de Agosto e Petro de Luanda, tiveram sorte diferente na primeira jornada da fase de grupos. Ainda assim, não há motivos para se alarmar, porque o torneio está apenas no começo, havendo probabilidades varas de dar a volta por cima.
Seja como for, é importante salientar que, contrariamente ao campeão nacional, o Petro vai um degrau mais a baixo, por ter consentido derrota, contrariamente ao “rubro-negro”, que conseguiu um empate. Mas não se tratando de jogos a eliminar, ainda se pode chegar ao objectivo, bastando, para tanto, trabalhar mais e procurar melhorias onde se julga necessário.
De resto, está tudo em aberto, sendo verdade que nem sempre quem parte à frente é quem chega primeiro à meta. Existe um conjunto de factores, que podem determinar o sucesso ou o insucesso deste ou daquele. O que conta é a capacidade de gestão das conquistas e dos fracassos que surgem ao longo da disputa, onde todos se entregam, em regra, com a mesma determinação.
Aliás, quando no começo fizemos apelo para não ao alarmismo, claro está, era do Petro que nos referíamos, como equipa que não se saiu bem no primeiro jogo, já que vezes sem conta ainda impera o conceito de que quem começa a ganhar tem, à partida, caminho andado para o sucesso, acontecendo o inverso quando se entra a perder. Mera ilusão. Com a experiência competitiva que reúne, saberá, certamente, a equipa como acertar as rodas no trilho.
Mas o desejo era que as duas equipas pudessem começar a prova em grande, quanto mais não seja uma forma de mostrar os níveis de crescimento competitivo que o nosso futebol vai conhecendo, depois de uma fase, embora curta, menos boa, em que as nossas equipas não conseguiam atingir posições honrosas nas Afrotaças.
Pensamos que, apesar de tudo, podemos continuar a acalentar a esperança de ver os dois representantes do nosso país a fazer história na praça futebolística africana. Aliás a presença de dois representantes deve ser justificada no terreno, com resultados e desempenho convincentes. Com crença, força e determinação chegaremos já. Vamos esperar q lá.
Vamos esperar que na jornada do fim-de-semana que se avizinha as equipas possam acertar o passo e respirar de alívio.

Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »