Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Aposta na formao

05 de Abril, 2017
Formação deve ser a palavra de ordem, nos próximos tempos, em Angola. O protocolo assinado ontem, entre a Escola Norberto de Castro, que passa a chamar-se de agora em diante, Escola Academia Sporting - Norberto de Castro, é um passo nesta caminhada, que se impõe no futebol nacional.

O País, o futebol em particular, perdeu uma grande oportunidade para investir seriamente na formação, que teria resultado em enormes ganhos, para os clubes e a Selecção Nacional.

Sobre isso, pouca dúvida existe, pois, não há outra fórmula de ter jogadores de qualidade, competitivos, e uma selecção à altura dos compromissos continentais. Não faz sentido, que em tempos mais complicados para o país, houvesse mais e melhor formação, e hoje, que as condições são melhores ,exista pouca formação.

Não faz sentido, que o país com condições rudimentares, campos pelados, três a quatro bolas para uma equipa de 20, ausência de balneários e de refeição, se formassem jogadores que vimos brilhar nos nossos campos e além fronteiras, e hoje, com quase tudo próximo dos mais desenvolvidos países, estejamos “arrasca” para ter um jogador de referência na Europa.

Ninguém nos convence, que já não haja mais, Mantorras, Gilbertos, Mendonças, apenas esses, cuja memória ainda é fresca. O 1º de Agosto, AFA, e o Petro de Luanda, compreenderam isso, era bom que fosse um entendimento geral, que incluísse muitos outros clubes, pois da quantidade se extrai a qualidade.

É preciso que os homens do futebol coloquem em cima da mesa, com toda urgência que se impõe, esse debate e a devida implementação. Os sinais há muito ignorados começam a ser evidentes, à medida que avançamos no tempo.

As equipas que insistem em gastar mais em contratações ,do que na formação, arriscam a acordar um dia sem um tostão para competir. As coisas estão cada vez menos favoráveis para o desporto, e o futebol em particular, pelos seus volumosos orçamentos, do qual resulta nada, como lucro.

Um exemplo do quão benéfico é formar, se é que alguém duvida ainda da virtude da formação, está aí com o 1º de Agosto, que conquistou o seu décimo título com enorme contributo dos jogadores da sua “cantera”, e pode ter lucros, casos Gelson e Ary Papel consigam se adaptar ao futebol luso.

Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »