Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Aproveitar as oportunidades

16 de Julho, 2015
A visita dos enviados da Federação Internacional de Futebol Associado, FIFA, ao nosso país, desde segunda-feira, pode significar para Angola o regresso aos benefícios e aos apoios do órgão reitor do futebol mundial, concretamente na formação.Angola é o único país de língua oficial portuguesa, que não tira proveito do “Projecto Goal” da FIFA, direccionado para financiamentos da construção de infra-estruturas desportivas, nomeadamente, campos de futebol e centros de estágios, o que não deixa de ser um contra-senso, quando agentes desportivos falam sistematicamente no desaparecimento de campos nos diversos bairros das grandes cidades.

Em Junho de 2013, o presidente da Federação Angolana de Futebol, Pedro Neto, explicou que o país deixou de beneficiar do projecto, por falta de um espaço para o efeito, não obstante várias tentativas para a obtenção de um local própria, inclusive, com a tentativa de indicação do Campo de São Paulo, na zona dos Congolenses, entretanto, acabou o referido programa por ser suspenso pela FIFA, em 2010.

Gorada a intenção, a hora agora é de tirar rendimento de outros projectos que o organismo internacional tem para os filiados, como na área do direito desportivo, da formação de jornalistas e jogadores, do desenvolvimento do treino, da organização e outros.Áreas sensíveis e de carências, que em parte serve para justificar os actuais níveis do futebol nacional, porque sem formação, nunca vamos ter bons dirigentes desportivos e os nossos jogadores vão continuar a ter sempre um acentuado défice em termos técnicos, com reflexos negativos no rendimento das nossas selecções e clubes, nas competições internacionais.

A Federação Angola de Futebol, ciente das suas responsabilidades, vai certamente apresentar aos enviados da FIFA as preocupações e projectos exequíveis, que ajudem na melhoria do futebol nacional, pois a condição de pleno direito de membro do organismo, dá-lhe essa possibilidade.Numa altura em que os dinheiros escasseiam nos cofres da FAF, o apoio da FIFA, ao seu filiado angolano para a implantação dos seus projectos, deve ser aproveitado ao máximo das possibilidades a serem concedidas.A Federação Internacional tem especialistas que podem ajudar, em teremos de assessoria, na implementação de tudo o que a FAF tenha no programa de necessidades.Há boa vontade, resta agora a apresentação do programa e que não se percam mais as oportunidades.

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    A eliminao do Petro e o tal patriotismo

    Terminada a participação Petro de Luanda, na Taça Nelson Mandela, é normal que por esta altura, esteja a ser feita uma profunda reflexão em torno da participação na referida competição africana, nos mais diversos aspectos que ela comporta, sem descorar, portanto, a (des) continuidade do técnico Beto Bianchi, que mais uma vez não conseguiu o troféu de uma competição em que esteve envolvido. 

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Palancas Negras de olhos no Egipto

    A Selecção Nacional de futebol honras, vulgo Palancas Negras, só depende de si para chegar à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019, que vai ser disputado no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

Ver todas »