Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Atenes do fim-de-semana

26 de Abril, 2014
Na competição interna, as atenções estão viradas para os jogos 1º de Agosto - Recreativo do Libolo, Bravos do Maquis - Benfica de Luanda e Kabuscorp - ASA. E há motivos para isso, porque os jogos envolvem o trio de equipas que lidera a maior prova futebolística nacional.

Do trio, o Kabuscorp, à primeira vista, é aquele que tem a vida mais facilitada, porque o seu adversário, o ASA, não tem argumentos que o possam levar ao tapete. Por outras palavras, a equipa do Palanca tem garantida mais uma vitória, o que a concretizar-se pode catapultá-la ao regresso à liderança da prova, isto em função do resultado que os líderes conseguirem nos seus jogos.

O Recreativo do Libolo e o Benfica de Luanda têm deslocações difíceis a Luanda e ao Moxico. A equipa do Cuanza Sul defronta, no 11 de Novembro, o 1º de Agosto, enquanto os encarnados da capital defrontam o Bravos do Maquis, naquele que é o primeiro reencontro de Zeca Amaral com a sua antiga equipa.

A equipa de Calulo visita um 1º de Agosto mais motivado, em função da vitória alcançada a semana passada em Cabinda e também porque vai estrear um novo comandante no banco.

Quando a época começou, um dos prognósticos mais consensuais era o de que, nesta altura, a equipa do rio seco estava entre os primeiros classificados do Girabola. Porém, a realidade é bem diferente. Disputadas oito jornadas, a equipa ocupa a modesta sétima posição, com apenas dez pontos, metade que ostentam os líderes.

Entre o que é e o que todos vêem que pode ser, eis a desilusão da temporada, ainda que esteja a meia, mas também a grande esperança no futuro, com a demissão de Daúto Faquirá e a entrada em cena de Dragan Jovic.

O técnico já deixou bem claro que ainda acredita no título. Jovic tem apostado na vertente psicológica, procurando afastar a pressão dos jogadores. É este 1º de Agosto com níveis de motivação em alta que o Recreativo do Libolo vai ter pela frente.

O Benfica conseguiu neste início de época algo que só pode ser considerado, por definição, um qualquer milagre, realmente notável. Pontuar no Moxico é uma das prioridades dos encarnados da capital. Mas, verdade seja dita, não é fácil.

Num outro destaque futebolístico do fim-de-semana, o Petro de Luanda vai jogar o seu futuro nas competições africanas. Depois da derrota na primeira mão por 1-2, nos Camarões, a equipa do eixo-viário tem tudo para virar a eliminatória e atingir a fase de grupos da Taça da Confederação.
Está a apenas 90 minutos de o conseguir.

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »