Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Aviadores testam lder

29 de Outubro, 2017
Depois de mais uma ligeira pausa, para dar lugar a mais uma etapa da Taça de Angola, as emoções do Girabola regressaram ontem e prosseguem hoje, com as atenções viradas para os jogos que podem definir a questão do título, e das equipas que procuram escapar à despromoção.

Três jogos prendem as atenções, nomeadamente, ASA - 1º de Agosto, que tem a ver com a decisão do título e da despromoção, Progresso da Lunda - Sul - Académica do Lobito e 1º de Maio - JGM, cujos desfechos estão ligados às equipas que podem acompanhar o Santa Rita de Cássia à Segunda Divisão nacional.

Aviadores e militares protagonizam esta tarde nos Coqueiros, uma das partidas de grande cartaz para a 29ª jornada do Girabola Zap.

Para além de ser um dos tradicionais dérbis da capital, trata-se de um dos \"tira teimas\" da ronda, que pode implicar definitivamente a decisão do título e a sorte do ASA.

Nesta partida, os militares defendem o título conquistado no passado, uma luta em que os potenciais concorrentes foram o Petro de Luanda, Recreativo do Libolo, Kabuscorp do Palanca, Interclube, mas os petrolíferos foram os únicos que deram luta até à última jornada. As duas equipas têm objectivos opostos na competição. Uma, tem as atenções viradas para o título, que pode acontecer hoje em caso de triunfo. A outra, está na \"linha de água” precisa tanto dos três pontos em disputa, nesta tarde, como de pão para a boca, para acalentar a esperança da manutenção na prova rainha do futebol nacional.

Os militares atravessam um bom momento. Mantêm uma postura competitiva que dificilmente impedirá de atingir o objectivo traçado, a julgar pela grande motivação do grupo, embora, a ansiedade possa provocar altos e baixos no seu desempenho.

Em todo o caso, parece que a equipa técnica não descurou a componente psicológica, que tem um reflexo importante nesta altura.

A equipa do Rio Seco não pode facilitar, pois, o concorrente directo torce por uma escorregadela, para voltar a acreditar no sonho do título, que se transformou quase num autêntico pesadelo depois da derrota com o Sagrada Esperança, na jornada anterior.

Daí, que a intenção hoje é vencer ou vencer, para de uma vez por todas colocar um ponto final, nesta grande disputa e expectativa.

O campeão e líder do Girabola não tem alternativa, só tem de sair vitorioso diante de um ASA, que tudo vai fazer para impedir a festa militar.

Em virtude da condição aflitiva dos aviadores, espera-se um jogo com muitas cautelas de ambos os lados, mas ainda assim, acredita-se que os dois emblemas estão em condições de proporcionar bons momentos de futebol aos ferrenhos adeptos da modalidade, que de certo vão lotar o \"velhinho\" Estádio dos Coqueiros.

Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »