Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Basquetebol em alta

09 de Maio, 2017
Há motivos para acreditar, que amanhã podemos ter bons momentos de basquetebol, quando o Petro de Luanda e o 1º de Agosto descerem à quadra do Pavilhão da Cidadela Desportiva, para disputar o quarto jogo, da melhor de cinco, das meias -finais do Bic -Basket, e Recreativo do Libolo - Interclube, jogarem à final da Taça.

No Bic-Basket, a prova está ao rubro, porque militares e petrolíferos reeditam a meia -final passada que teve como vencedor, o conjunto do rio -seco que mais tarde veio a tornar-se campeão nacional.

O Petro de Luanda começou os play-off com derrota, a equipa deu a volta por cima, neste momento está a frente do marcador, o que significa que em caso de triunfo esta noite, assegura o passe para a final e marca o encontro com o Recreativo do Libolo.

Um cenário que pode acontecer, mas que o 1º de Agosto vai evitar a todo custo, leva a decisão para um quinto jogo que vai decidir de vez, a equipa que os libolenses terão como adversário.

Está-se em presença de um momento quase ímpar. Os dois emblemas são as formações com mais títulos conquistados no país, nos confrontos protagonizam sempre espectáculos de alto nível competitivo, e logicamente, que amanhã tudo pode acontecer.
Na final da Taça, Libolo e Interclube voltam a num frente a frente, depois dos confrontos para as meias-finais do campeonato, em que a formação de Calulo não deu hipótese ao adversário conhecer o sabor de uma vitória, ainda que este tenha dado um ar da sua graça, no primeiro jogo.

Taça e campeonato são duas competições diferentes, e pode ser que o Interclube num dia de inspiração quebre todos os vaticínios que apontam o Libolo como provável vencedor.

O Interclube tem o orgulho ferido, procura redimir-se da má fase que viveu nas \"meias\", para levar o troféu para a sua galeria, fechar em beleza uma temporada que teve neste apuramento a final, depois de desfeitear o ASA, o ponto mais alto.

O seu treinador já disse mais folgado, e sem grande pressão, que o Recreativo do Libolo sabe ainda assim que não pode falhar.

A equipa já mostrou todos os seus argumentos e um triunfo na Taça pode impulsionar ainda mais o conjunto, para a conquista da tão desejada \"dobradinha\", em caso de triunfo na final do Bic-Basket.

Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »