Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Bons indicadores

03 de Março, 2015
A Selecção Nacional, de andebol feminino, dignificou uma vez mais o desporto nacional ao vencer o Torneio internacional “Angola 40 anos”. A prova serviu de ensaio para o Torneio pré-olímpico que a capital angolana vai acolher de 19 a 21 do corrente. Trata-se de um evento que vai apurar a equipa para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

Numa análise ao Torneio, podemos dizer que foram três partidas importantes, o combinado nacional soube impor-se diante de adversários de alto gabarito, com realce para o Brasil que é a campeã mundial. Dignificamos a nossa independência nacional com bons jogos, em três dias de prova.

O “Angola 40 anos” confirmou, que as comandadas de João Florêncio, estão preparadas para enfrentar qualquer adversário e vencer todos os duelos, para conquistar o primeiro lugar e obter o passe para o Brasil. A equipa angolana fez o pleno na competição que lhe garantiu os seis pontos.
O grupo deu sinais de que está compenetrado e rápido nas transições ofensivas. Aspectos que transmitem confiança ao colectivo de trabalho na conquista do pré-olímpico e o consequente apuramento para os jogos olímpicos.

No pré-olímpico, Angola vai ter como adversária o Senegal, com quem se vai estrear no próximo dia 19. A seguir a RDC um dia depois e fecha a competição diante da campeã continental em título, a forte Tunísia, no dia 21 de Março.

Sabe-se que apenas a selecção vendedora da prova fica apurada para a competição que vai decorrer na cidade brasileira do Rio de Janeiro, é fácil divisar que a tarefa do combinado nacional não vai ser nada fácil. O público vai ser chamado a desempenhar um papel preponderante. As nossas atletas vão precisar do carinho do público porque sabem que vão ter um pré-olímpico bastante difícil, sobretudo no jogo com a Tunísia, que a par de Angola é uma séria candidata ao passe para os Jogos do Rio de Janeiro.

João Florêncio particularizou o facto da central Natália Bernardo se ter apresentado em boa forma desportiva, o que contribuiu para que o conjunto terminasse vitorioso.

Assegurou que o trabalho vai prosseguir para melhorar falhas que ainda são visíveis no conjunto angolano. Explicou que do ponto de vista competitivo a equipa criou várias situações de perigo à baliza das brasileiras, apesar de resistirem até ao final da partida.

No quadro da preparação com vista o pré-olímpico, o combinado nacional viaja amanhã, quarta -feira, para Portugal e ruma de seguida para a Holanda, onde tem três jogos amistosos confirmados com equipas locais e uma alemã. Jogos que vão aumentar a capacidade competitiva.

Últimas Opinies

  • 24 de Agosto, 2019

    O amiguismo na resciso

    O assunto de momento no nosso futebol, convenhamos, é sem dúvidas o desenlace entre a Federação Angolana de Futebol (FAF) e o técnico Srdjan Vasiljevic, em face de algumas situações que vinham acontecendo e que originou que se estalasse o verniz.

    Ler mais »

  • 24 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Os jogadores aguardaram isso dos dirigentes, para que a motivação crescesse

    Ler mais »

  • 24 de Agosto, 2019

    O sonho dos grupos

    Após as vitórias extramuros nas deslocações à Tanzânia e ao Lesotho, o 1º de Agosto e Petro têm, neste fim-de-semana, a oportunidade soberana de confirmarem a qualificação para última eliminatória de acesso a fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Viemos a público para responder ou esclarecer o que aconteceu.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

Ver todas »