Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Caminho a seguir

06 de Abril, 2014
Depois de no ano passado ter inaugurado dois campos relvados para as suas equipas mais jovens, a quem foram dados os nomes de duas figuras de renome do clube, a direcção inaugurou na passada o Internato 4 de Abril.

Durante a cerimónia de inauguração do internato, uma unidade da futura academia de futebol do clube, localizada nas instalações do antigo quartel das comunicações, o presidente da direcção, general Carlos Hendrick, disse que o êxito do 1º de Agosto depende do potencial dos jovens talentos e da competência de todos.

A futura aldeia desportiva tem o Estádio França Ndalu, com capacidade para 20 mil espectadores, dois campos de apoio, piscina olímpica, recintos de basquetebol e andebol.

O internato foi inaugurado no Dia da Paz e dispõe de nove quartos com quatro camas, sala de visitas, refeitório, gabinetes de trabalho, áreas administrativas, sala de Internet, balneários e posto médico. A segunda fase do projecto termina apenas em Agosto próximo, quando o clube do Rio Seco completa 37 anos de vida.

Com base numa selecção rigorosa, 18 atletas ficam alojados no internato até ascenderem à equipa principal de futebol. Aos fins-de-semana são dispensados para visitar as famílias, mas regressam ao internato, onde conciliam os estudos com a prática desportiva.

O exemplo do 1º de Agosto deve ser seguido por todos os clubes e pelas autoridades que regem os destinos do Desporto. O futuro depende daquilo que se fizer hoje. E o 1º de Agosto, com a inauguração do internato, está a criar as bases para o desenvolvimento dos seus atletas.

"Entrámos numa fase de desenvolvimento. Para tal tivemos de criar a academia do 1º de Agosto com infra-estruturas dignas para a capitalização de potenciais valores nas mais diversas modalidades”, disse o presidente do clube, general Carlos Hendrick.

Da formação do 1º de Agosto saíram nomes como Ivo, Novato, “Miúdo Neto”, Mendonça, Stopirrá, Dani Massunguna, Mingo Bille e muitos outros. O 1º de Agosto tem uma das melhores estruturas de Angola para a formação.

O clube militar nunca vai deixar de apostar nas camadas jovens, daí que a sua direcção reconheça que há toda a necessidade de melhorar as estruturas. A inauguração do internato e da academia de futebol são dois bons exemplos.

A Paz é a maior conquista de um povo. Graças à paz alcançada no dia 4 de Abril de 2002, Angola conheceu melhorias significativas em todos os domínios da vida social, onde o desporto é parte integrante. As estruturas inauguradas pelo 1º de Agosto fazem parte desta conquista.

Últimas Opinies

  • 20 de Julho, 2019

    Acesso ao Qatar

    Apesar da qualificação inédita numa fase final de um Mundial de Futebol, algo que ocorreu curiosamente em 2006, edição organizada pela Alemanha, a Selecção Nacional.

    Ler mais »

  • 20 de Julho, 2019

    O honroso sexto lugar do nosso hquei em patins

    A recente participação de Angola no Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins, que decorreu em Barcelona, Espanha, e que o nosso país se classificou em sexto lugar.

    Ler mais »

  • 18 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    No nosso período pré competitivo, nesta segunda quinzena de Julho, já queria ir para uma paragem, onde tivesse campos e equipas para realizarmos jogos.

    Ler mais »

  • 18 de Julho, 2019

    Final interessante

    Um mês depois de fortes emoções vividas nos estádios e em outros espaços fora e longe dos centros de disputa,  vamos ter,  finalmente,  amanhã dia 19, o cair do pano da XXXII edição do Campeonato Africano das Nações de futebol, organizado pelo Egipto.

    Ler mais »

  • 18 de Julho, 2019

    A dvida de Akw

    O dia 8 de Outubro de 2005, ficará para sempre gravado na história do desporto angolano e do futebol em particular.

    Ler mais »

Ver todas »