Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Campeo da Europa

04 de Junho, 2017
Mas em síntese, diga-se que foi uma vitória merecida, de uma equipa que ao longo da competição tratou de mostrar arte e engenho e mais do que isso, uma forte maturidade competitiva que demonstrou não só na Liga dos Campeões como também na La Liga.

Poder-se-á dizer que Cristiano Ronaldo e companheiros foram verdadeiros guerreiros, o título assenta-lhes por isso como luva, é merecido, não haja contestações. Excelente baptismo de Zinedine Zidane, que entra para a carreira de treinadores com os pés bem assentes no solo.

Afinal não é sempre que se tem o privilégio de chegar num mundo que à partida nos é alheio de forma triunfal.

Na verdade, os caminhos Cardiff, a capital do País de Geles, abriram-se nos últimos dias para um movimento frenético de adeptos das duas equipas finalistas da Chapions ávidas em apoiar as suas equipas e empurrá-las à conquista do cobiçado troféu. A sorte sorriu a favor do Real como podia ter sido o inverso.

Afinal apesar da derrota, à Juventus não se deve tirar o mérito. manda o bom senso reconhecer que soube valorizar a final, pois não foi nenhuma presa fácil, tendo se batido com galhardia, porque também estava em campo com o mesmo propósito, o de erguer o troféu.

É certo que a segunda parte do jogo não correu de feição para a turma italiana, pois a partir da altura em que tentou abrir o jogo para contrariar a avalanche atacante do Real Madrid complicou as coisas. Passou a sofrer, sobretudo depois que foi descoberto o lado fraco do sector defensivo.Ao Real valeu a astúcia das suas unidades e mais do que isso a interpretação colectiva do jogo. A festa hoje é do real, é de Madrid, onde o fogo-de-artifíco volta a colorir os céus, por entre um frenético ambiente desportivo de um clube e de uma massa de adeptos mal refeita da ressaca daquilo que foi a folia pela conquista do título da La Liga.

Conquista merecida de uma equipa que encontra a sua expressão máxima na capacidade explosiva e de decisão de Cristiano Ronaldo, sem dúvida, o verdadeiro abono de família . Salvé Real, salvé Madrid.

Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »