Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Campeo exemplar

26 de Junho, 2017
Nada demoveu o 1º de Agosto e como bom campeão a equipa militar desceu ontem ao relvado do Estádio 11 de Novembro para receber o Recreativo da Caála num dos jogos que deu andamento à segunda jornada do Girabola.Bem entendido, não se tratou de um jogo grande, porque este que vai opor o Petro de Luanda ao Recreativo do Libolo foi adiado dado o número de jogadores que o conjunto petrolífero deu aos Palancas Negras que na África do Sul disputa mais uma edição da Taça Cosafa.

Uma situação que, num outro ângulo, acaba por penalizar a formação de Calulo. Engajado na competição africana, em que desfila na Taça da Confederação e com possibilidades de chegar às meias-finais, para o Libolo não é de modo algum animador ficar tantos dias sem competir, dado que já dia 1 de Julho tem um confronto contra o líder do seu grupo, Al Hilal do Sudão, cujo resultado final pode ser decisivo para as aspirações do conjunto libolense.

O 1º de Agosto sabe que são os jogos que dão rodagem competitiva aos jogadores e por isso optou de forma unilateral por receber os caalenses, para gáudio dos seus adeptos que esperam ver a sua equipa relançada na luta pela conquista do título da principal competição do país.O campeão optou por jogar mas sabe que ainda há muito campeonato por se disputar. Ninguém é campeão à 17ª jornada, mas nesta altura a pressão começa a apoderar-se das equipas, principalmente as que estão directamente focadas na corrida pelo título e as que procuram um lugar tranquilo na tabela de classificação.

O objectivo do1ºde Agosto é somar o maior número de pontos enquanto o seu maior rival fica sem competir, mas esse desiderato começou a ser concretizado de forma tímida por força do empate, no jogo de ontem com o Caála.A pressão que era suposto atirar sobre os petrolíferos não foi feita de forma concreta, dado que em caso de vitória a turma militar hoje acordaria na liderança isolada, bem disposta a decida a conquistar mais vitórias.Ainda assim, um ponto é sempre melhor que nada. O 1º de Agosto ainda tem dois jogos para disputar, enquanto o Petro folga, e os pontos que conseguir vão obrigar a turma rival a ganhar para voltar ao lugar de líder.

Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »