Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartaz mais difcil

01 de Março, 2014
Depois do pleno alcançado nas preliminares, os quatro representantes começam hoje a decidir os seus destinos nos dezasseis avos-de-final das provas em que estão comprometidos.

Face ao nível dos seus adversários não acreditamos que todas elas sobrevivam. Não estamos a ser pessimistas. É a verdade dos factos, embora reconheçamos que no futebol tudo pode acontecer. Gostávamos que todas elas passassem a próxima eliminatória. Mas entre o querer e a realidade vai uma grande distância.

A primeira equipa a entrar em acção é o Kabuscorp. A equipa do Palanca defronta hoje, na cidade do Cairo, o campeão egípcio, o Zamalek, para a Liga dos Campeões. Um adversário com fortes tradições no Continente e que não se compara com o anterior opositor dos palanquinos, o Côte D'Or das Seychelles.

Será, por assim dizer, o primeiro grande teste do campeão nacional no Continente. A principal expectativa reside em saber até que ponto a equipa angolana tem argumentos suficientes para suplantar um dos históricos do futebol africano.

Não temos dúvidas em dizer que o Kabuscorp não tem a vida facilitada. Antes pelo contrário. Vai sentir muitas dificuldades. De acordo com informações prestadas à imprensa na véspera da viagem do Kabuscorp, pelo seu emissário no Cairo, José Domingos "Dimas", o Zamalek arrisca a possibilidade de jogar sem o apoio dos seus adeptos.

Se de facto isto vier a acontecer é um trunfo para a formação do Palanca, que se vai ver menos pressionada, dada a grande influência que sempre provoca a presença de adeptos nos estádios. E os do Zamalek têm uma força bastante grande. Não apenas no apoio à sua equipa como também em termos de desmoralização do adversário. O importante é que o Kabuscorp traga um resultado que lhe permita resolver o desfecho da eliminatória no seu ambiente.

Ainda para a Liga dos Campeões, o 1º de Agosto desloca-se a Brazzaville onde vai medir forças com o AC Leopards. Internamente a equipa do rio seco está de rastos. ocupa a "lanterna vermelha" do Girabola. Em dois jogos averbou outras tantas derrotas e ainda não marcou qualquer golo. Um cenário preocupante para quem aspira a conquistar o título.

São competições distintas, por isso a equipa do rio seco pode perfeitamente agigantar-se e regressar com um resultado animador. Um resultado que lhe permita esquecer os maus jogos que tem feito e partir para a desejada recuperação.

Na Taça da Confederação o Desportivo da Huíla recebe domingo o AC Bizertin da Tunísia, com a obrigação de vencer; enquanto o Petro de Luanda defronta, no Gana, o Ebuzu FC. Face à ordem dos jogos, os petrolíferos estão em vantagem, já que vão decidir a eliminatória em Luanda. Mas está tudo em aberto.

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    A eliminao do Petro e o tal patriotismo

    Terminada a participação Petro de Luanda, na Taça Nelson Mandela, é normal que por esta altura, esteja a ser feita uma profunda reflexão em torno da participação na referida competição africana, nos mais diversos aspectos que ela comporta, sem descorar, portanto, a (des) continuidade do técnico Beto Bianchi, que mais uma vez não conseguiu o troféu de uma competição em que esteve envolvido. 

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Palancas Negras de olhos no Egipto

    A Selecção Nacional de futebol honras, vulgo Palancas Negras, só depende de si para chegar à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019, que vai ser disputado no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

Ver todas »