Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Chegou o Girabola

21 de Fevereiro, 2014
Na verdade, constitui sempre motivo de alegria quando a bola volta a rolar eas pessoas retomam os caminhos dos estádios de futebol. Em época da globalização, em que o Mundo se transformou numa pequena aldeia, já ninguém morre por “fome de bola”.

As ligas internacionais aí estão para ocupar o nosso tempo, com futebol alegre e vistoso, mais competitivo e espectacular. Mas, ainda assim, não perdemos a cultura de valorizar o que é nosso. E o Girabola é a sua maior manifestação desportiva.

Há, por tudo isso, razão de sobra para a onda de alegria que domina os amantes de futebol. A ansiedade dos jogadores que esperam dar nas vistas não deve ficar fora das equações. Os técnicos, dirigentes, árbitros, roupeiros e outros intervenientes dão largas à alegria, porque o futebol é festa e nela todos procuram caber.

Durante cerca de nove meses, aqui vamos estar para ver e aplaudir os melhores momentos, os melhores jogos, os melhores “artistas”. Esperamos, à partida, que haja muita disputa pelos lugares cimeiros e acima de tudo muita qualidade futebolística. Aliás, o elevado número de equipas candidatas ao título promete isso mesmo, olhando para o investimento feito na preparação pré-época.

Isto pressupõe, realmente, que há uma grande aposta da parte destas em procurar superar as classificações da temporada passada, no caso daquelas que se quedaram do segundo lugar para baixo. No caso do campeão, o objectivo é único, a revalidação do título, devendo aguentar a concorrência de outras equipas que aspiram ao mesmo objectivo.

Vamos aguardar que assim seja. Vamos também aguardar que o campeonato traga novidades. Isto é, consagre novos ídolos. As novidades dão sempre outra pitada de alegria a qualquer espectáculo, como foi o caso do Desportivo da Huila na edição passada.

Enfim, vamos acreditar no potencial das equipas intervenientes na prova, na esperança de que elas saibam dignificá-la, com futebol de qualidade. Afinal é disto que o povo gosta e espera, é isto que deixa o povo na expectativa de assistir a um bom campeonato.

Últimas Opinies

  • 26 de Maio, 2018

    Angola e a COSAFA

    A recente convocatória para a preparação da selecção nacional de futebol, vulgo Palancas Negras,  feita,  em conferência de imprensa por Srdan Vasiljevic, pode ser um prenúncio para que Angola volte a inscrever o seu nome na arena do futebol regional,  onde, em tempos idos, conquistou troféus em diferentes categorias. Trata-se da Taça COSAFA que, infelizmente, alguns insistem em dar pouca importância.

    Ler mais »

  • 26 de Maio, 2018

    Citaes

    Depois de uma análise profunda sobre o assunto ao nível do Ministério da Juventude e Desportos, ficou decidido que a gestão do pavilhão do Matrindindi passasse para as Associações Provinciais de Andebol e de Futebol de Salão, ao passo que o das Acácias Rubras para a da Associação de Basquetebol e de Ginástica.

    Ler mais »

  • 26 de Maio, 2018

    Liderana e transtornos

    Prestes a fechar as cortinas da primeira volta oficialmente, com a conclusão de todas as jornadas, o Girabola tem nova liderança, com o Interclube, até então comandante isolado da competição e a equipa que melhor futebol praticava, a ficar para trás.

    Ler mais »

  • 24 de Maio, 2018

    Efeito da crise financeira (I)

    Ao olharmos atentamente, sobre a forma como anda o nosso desporto nos últimos tempos, não teremos dúvidas de que a verdade desportiva está a ser claramente beliscada por causa da crise financeira.

    Ler mais »

  • 24 de Maio, 2018

    Repatriar tambm para o desporto

    “A volta do mecenas” é o título da canção da atriz Clarice Falcão no dueto com o músico Matheus Torreão e que se encontra no álbum “Problema Meu”. A música fala da esperança de que o mecenas retornará para o surgimento da nova renascença.

    Ler mais »

Ver todas »