Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Confronto de campees

17 de Maio, 2017
Envolvidos na luta pelo título, 1º de Agosto e Kabuscorp do Palanca protagonizam no fim de semana, o jogo de cartaz da 15ª jornada, a última da primeira volta do Girabola Zap. O clássico, envolve o campeão em título, e o campeão da época 2013.

As duas equipas perfilam-se, uma vez mais, como sérias candidatas, não obstante estarem separadas por quatro pontos (33-29). Com o clássico à vista, esperam-se grandes emoções, no início da noite de domingo, no Estádio 11 de Novembro.

Com arranques mais ou menos similares, os dois emblemas estão num bom momento, apesar de na jornada anterior terem realizado resultados díspares, ou seja, os militares conseguiram uma preciosa vitória diante do ASA , por 2-0, no dérbi mais antigo do Girabola, enquanto os palanquinos tiveram um desaire pelo mesmo \"score\", 0-2, na deslocação ao reduto do Recreativo da Caála.

A produzirem nesta altura bom futebol, com os níveis competitivos em ascensão, numa altura em que a competição está prestes a observar uma pausa após disputa da primeira volta, augura-se por um dérbi carregado de emoções, e que seja uma verdadeira propaganda ao futebol nacional, já que época após época parece resgatar-se a vitalidade de outrora, a maior competição futebolística do país.

Se por um lado, os militares pretendem fechar a primeira volta com mais uma vitória e fugir da concorrência, por outro, os palanquinos querem travar a fuga e manter os líderes da competição sob vigia e controlo, de modo a permanecer aceso o despique pelo título.

Ademais, vai ser mais um momento para Romeu Filemon evidenciar as suas qualidades como treinador, depois da saída a destempo da liderança da equipa técnica do 1º de Agosto, numa altura em que não havia motivos aparentes para ocorrer a ruptura, que levou a ceder o lugar para o luso moçambicano, Daúto Faquirá, que acabou por sair pela porta pequena, no segundo ano de contrato.

Os dois plantéis têm algumas estrelas em evidência, destacam-se na equipa do Rio Seco, Rambé, Geraldo, Nelson Luz, e no plantel contrário, Doutor Lami, Jacques, Amaro, só para citar estes de um e outro lados.

A incógnita, no desfecho da partida, resulta do equilíbrio de forças nesta altura, pois parece um pouco arriscado atribuir favoritismo a um deles, sendo certo aconselhar para os apostadores uma tripla para não incorrerem em prognósticos furados.

Apesar de maior entusiasmo por parte dos militares, os palanquinos estão dispostos a dignificar as suas cores, e corresponder à expectativa que gera sempre em torno deste clássico do futebol nacional.

Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »