Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Crena e acalmia

11 de Dezembro, 2017
A família do futebol nacional deve por esta altura estar mais calma, depois da divulgação do novo seleccionador nacional pela Federação Angolana da modalidade, volvidos que foram os dias de incerteza, agora, com a missão de dirigir os Palancas Negras no seu primeiro compromisso do ano, o da fase final do CHAN que o Reino de Marrocos acolhe.
Antes tarde do que nunca, diz o ditado popular. Muita tinta correu logo depois do antigo seleccionador Beto Bianchi e o Petro de Luanda oficializarem o fim do vínculo do técnico com os Palancas Negras. A FAF sabia que a ligação com o treinador era provisória, pouco fez para que no mais curto espaço de tempo o lugar fosse assegurado por um outro treinador.
Daí, as vozes de revolta que se levantaram, contra o actual elenco federativo. A Selecção Nacional tem um compromisso importante a cumprir, e é natural que os homens do futebol almejem a melhor prestação para o conjunto, em Marrocos.
E, da forma como as coisas estavam a correr, nada de bom augurava em mais esta presença no CHAN, porque o tempo escasseava e sabe-se que o tempo não é renovável.
Para já, é um dado adquirido, que a nova equipa técnica tem pela frente uma tarefa íngreme, tem pouco mais de um mês para ambientar-se e conviver com jogadores a serem convocado para a “operação CHAN”, antes do início da competição.
Contudo, sabe-se que com o engajamento de todos e a resolução de todas as questões administrativas pendentes, o clima sombrio pode dissipar-se e a selecção ter o ambiente propício a esboçar a preparação, com o fito de chegar ao palco da competição com os jogadores motivados e esperançados numa boa participação.
Muitos foram os treinadores que passaram pelos Palancas Negras, desde europeus a sul-americanos, além dos muitos nacionais que acabaram com a nota máxima, de recordar o técnico Oliveira Gonçalves com a presença no Mundial da Alemanha.
Agora, está Srdjan Vasilejeviç ao comando, os Palancas Negras começam um novo ciclo. O elenco de Artur Almeida e Silva apostou na escola sérvia e no currículo dos treinadores que integram a equipa técnica, para sonhar com melhores dias para a Selecção Nacional dada a descrença que se apoderou durante muito tempo da mente de muitas pessoas ligadas ao futebol, por via dos resultados nada animadores dos Palancas Negras, nas grandes provas em que estiveram engajados.
De resto, o tempo vai balancear se a escolha foi acertada. E, os resultados vão constituir, sem qualquer dúvida, a melhor forma de avaliação ao trabalho que começa.

Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »