Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Crena nos jovens

01 de Julho, 2017
Em boa verdade, e mesmo em condições adversas, o Governo Angolano nunca se inibiu das suas responsabilidades no que se refere ao desenvolvimento do desporto, e o país orgulha-se de ter os seus campeões.

No Egipto, os desportistas angolanos enfrentam novos desafios, um de natureza mundial, com o começo do Campeonato do Mundo de sub-19 de basquetebol sénior masculino, e outro de carácter continental, em que jovens velejadores de optmist ambicionam alcançar o pódio, com a conquista de medalhas.

Desafios com objectivos díspares. No primeiro caso, os basquetebolistas tentam representar da melhor forma a Bandeira Nacional. Dificuldades financeiras condicionaram a preparação do conjunto, que acabou por fazer toda a preparação no país, gorado que foi o estágio previsto no estrangeiro.

Um empecilho que não retira, porém, o desejo dos nossos jogadores exibirem ao mais alto nível, ao lado das melhores selecções do mundo. A Selecção Nacional conhece as suas debilidades, mas também tem consciência das suas virtudes. É evidente, que para o caso é prematura falar em medalhas, ou subir ao pódio, mas uma participação dignificante é o que se espera da selecção que está no Mundial, na qualidade de campeã continental, com jogadores que seguramente afiguram-se como futuros integrantes da selecção principal, em fase de preparação para o próximo campeonato africano, denominado Afrobasket.

Na vela, e mesmo a competir em outras águas, é lícito esperar por uma participação digna dos jovens atletas, que ambicionam repetir a proeza do último Africano disputado em Angola.

No leque de atletas seleccionados estão campeões africanos, pelo que o optimismo reinante no seio da comitiva angolano tem razão de ser, pois, os atletas sabem que mesmo com condições climáticas pouco favoráveis, deram mostras do seu valor.

É para o Egipto, pois, para onde os olhos de muitos angolanos vão estar direccionados .

Angola começa a competir em duas frentes, à espera de brilharetes dos jovens do basquetebol, e dos pequenos desportistas do optimist.

Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »