Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Drbi das multides

16 de Outubro, 2016
Trata-se do confronto que se assiste fora das quatro linhas, concretamente entre as claques, que são entre as maiores do país.

Assim, para além da emoção do jogo jogado, o dérbi que marca a 27ª jornada do Girabola Zap, tem o condão de proporcionar um espectáculo à parte nas bancadas, com os sócios, adeptos e simpatizantes a prometer um forte despique no apoio às suas equipas.

Mesmo com uma das equipas, fora da corrida pelo título, o dérbi deste início de noite não deixa de ter o seu motivo de interesse, até pela rivalidade que se criou entre os dois emblemas, de um tempo à esta parte.

Os militares estão concentrados no título, que não ganham há quase 10 anos, pelo que o objectivo até o término da época é ganhar todos os jogos que restam, seja qual for o adversário a enfrentar. O de hoje, foi dos poucos que esta época arrancou uma vitória ao líder, na primeira volta.

Por este facto, há contas a saldar entre as equipas, com o 1º de Agosto a querer redimir-se do desaire na primeira volta, e o Kabuscorp do Palanca à procura repetir a dose, e deixar o topo da classificação mais escaldante nas três derradeiras jornadas da competição.

A incógnita do resultado, faz que se reparta o favoritismo, embora a motivação maior esteja do lado dos pupilos de Dragan Jovic, que não pensam na hipótese de perder um título, que está a quatro jogos e que não vencem há quase uma década, depois da última vitória alcançada em 2006, sob comando do holandês Jan Brouwer.

Não obstante, o grau acentuado de motivação por parte dos militares, os palanquinos estão dispostos a dignificarem as suas cores, corresponderem com às expectativa dos seus milhares de incasáveis apoiantes, que em todos jogos dão o litro pela equipa durante os 90 minutos. Romeu Filemon há quase três anos esteve à frente do 1º de Agosto, vai mostrar que a saída da equipa foi precipitada, que tem qualidade para treinar qualquer grande do Girabola. A forma como foi despedido do comando técnico dos militares, parece que não foi muito bem digerida pelo treinador.

Separados por 14 pontos, os amantes do futebol nacional esperam, ainda assim, presenciar hoje uma propaganda ao futebol.

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »