Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Desequilbrio no Girabola

21 de Abril, 2018
Entramos na presente edição do campeonato nacional de futebol da primeira divisão, com à expectativa enorme de assistir a uma renhida disputa na linha de frente, à despeito do número de equipas, que à partida, tomou sempre o título como seu principal objectivo.
Fazendo uma avaliação do curso da prova, mesmo que superficial, constatamos um certo desequilíbrio competitivo, inclusive, na ordem classificativa das equipas.
Afinal, quase a aproximarmo-nos do desfecho da primeira volta da prova, o posicionamento das equipas é atípico.
O Interclube \"achaparrou\"-se desde o início da liderança, parece não estar minimamente disposto a ceder terreno. Continua intocável, deixa concorrentes como Recreativo do Libolo, Kabuscorp do Palanca e Petro de Luanda, à meia distância.
O caso do 1º de Agosto deve ser visto, numa outra perspectiva.
Na verdade, nota-se um certo esforço por parte destas equipas, no sentido de encurtarem a distância e de se encostarem aos lugares melhor identificados com o que devem ser as suas performances, que é o nível do seu futebol. Vai-se lá ver, se conseguem lograr os seus objectivos.
Seja como for, trata-se de um quadro, que em parte encontra alguma explicação. Por exemplo, o 1º de Agosto está na posição que se encontra, devido ao volumoso número de jogos em atraso, como consequência do duplo compromisso, a par do Girabola e da Liga dos Campeões.
O mesmo pode dizer-se do Petro, embora, este esteja fora das Afrotaças.Quanto ao Libolo, está a ser penalizado devido às mudança na estrutura directiva.
A \"emigração\" do seu antigo presidente para uma nova colectividade acabada de surgir na vila de Calulo, o Sport Libolo e Benfica, não produziu benefícios.
Analisada as coisas numa perspectiva mais realística, foi prejudicial.
Pelos vistos, com Académica do Lobito e Desportivo da Huila a darem cartas, podemos prever um Girabola com surpresas, lá mais para frente.À partida, a turma da Polícia tem tudo para dar certo, pode ver-se arredada do topo caso se revele demasiado permissiva e senão mesmo ingénua!

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »