Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Desportivo em queda

19 de Julho, 2016
O Girabola continua animado, com vários condimentos, que o torna interessante a cada jornada. Do topo à cauda, e pelo meio da tabela classificativa, a prova regista situações de pura emoção. Com o 1º de Agosto mais pressionado na liderança, para algumas equipas nem tudo é um mar de rosas.

É o caso do Desportivo da Huíla, que está há mais de cinco jornadas sem vencer, que obrigou o técnico Ivo Traça, pôr o seu lugar à disposição, de modo a evitar um desfecho inesperado para a equipa no final do campeonato.

Contrariamente ao que se esperava, não foi desta, que o Desportivo da Huíla afastou os fantasmas da crise de maus resultados, que os persegue, desde há já algumas jornadas. Depois de um início de campeonato fabuloso, os huilanos registam derrotas desde a 12ª ronda, a última até suscitou a auto-demissão do treinador, numa reunião de direcção do clube realizada de emergência.

A formação da Frente Sul enfrenta imensas dificuldades, para afastar a crise de maus resultados. Os militares huilanos vão de mal a pior, consentiram no domingo mais uma derrota diante da também aflita e actual lanterna vermelha, a equipa do Porcelana FC do Cuanza Norte, por 1-0.

Com a competição na fase decisiva, na segunda volta, o desempenho do Desportivo da Huíla começa a preocupar não só os adeptos do clube, como à própria direcção, que deve equacionar medidas que eventualmente corrijam a caminhada atribulada da equipa.

O facto de estar nesta altura a ocupar a 11ª posição na tabela classificativa, é se calhar, um bom momento para reacções. Uma, foi tomada pelo próprio treinador ao pôr o lugar à disposição, por considerar-se o problema principal, provavelmente, deve haver outras razões que devem ser corrigidas neste momento.

Depois de um início assinalável, que chegou a ser líder nas primeiras jornadas, é confrangedor ver a equipa de jornada a jornada a afundar-se, quando se pensava que nesta segunda volta as coisas fossem melhorar, com os militares huilanos a darem a volta por cima da crise de maus resultados. Entretanto, a realidade mostra precisamente o contrário, apesar de tratar-se da primeira derrota, no segundo turno.

Faltam algumas boas jornadas, mais de dez, para o término do campeonato, é possível trabalhar para a equipa não chegar a uma fase extrema, que complique a situação de permanência entre as da fina-flor do futebol nacional.

Saiu Ivo Traça, é preciso que quem entre, conte com o apoio de todos: direcção, equipa técnica, jogadores e sobretudo dos adeptos, que são os mais exigentes deste conjunto.
A equipa precisa de voltar a ganhar confiança, trabalhar muito mais, para superar a crise. Aliás, a questão da crise de maus resultados, não é um problema isolado da equipa huilana.

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    A eliminao do Petro e o tal patriotismo

    Terminada a participação Petro de Luanda, na Taça Nelson Mandela, é normal que por esta altura, esteja a ser feita uma profunda reflexão em torno da participação na referida competição africana, nos mais diversos aspectos que ela comporta, sem descorar, portanto, a (des) continuidade do técnico Beto Bianchi, que mais uma vez não conseguiu o troféu de uma competição em que esteve envolvido. 

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Palancas Negras de olhos no Egipto

    A Selecção Nacional de futebol honras, vulgo Palancas Negras, só depende de si para chegar à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019, que vai ser disputado no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

Ver todas »