Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Dilema de campeo

01 de Outubro, 2017
O 1º de Agosto está diante de um grande dilema, o facto de estar proibido de hoje perder, quando defrontar o Recreativo do Libolo, no jogo mais apetecível da jornada deste fim-de-semana.
O campeão faz contas à vida, pois, sabe que a perda de pontos nesta altura do campeonato, contribui para reduzir as possibilidades de revalidar o título, pois, dá sem sombra de dúvidas hipótese ao rival Petro de Luanda de erguer o troféu.
Uma situação criada, apenas e simplesmente, pelo conjunto militar. A equipa não soube aproveitar o embalo, que a vitória diante dos petrolíferos proporcionou, tal triunfo inverteu as coisas no topo.
Num ápice, acabou desalojado da liderança, e por esta altura, já não depende de si, dado que a dois pontos do actual comandante, as coisas estão de facto complicadas.
Este estado de coisas deriva, também, de não conseguir em tempo oportuno alicerçar a liderança, quando teve possibilidades numa altura em que o Petro de Luanda estava parado no campeonato, em virtude de ter cedido muitos jogadores à Selecção Nacional, quando esta estava envolvida nos seus compromissos africanos. Os pontos perdidos, na altura, começam a revelar-se fulcrais, porque não podem ser recuperados, o que coloca a equipa na situação de dependência, quando a prova caminha para o seu final.
O seu próprio calendário não é favorável, em comparação com o actual líder. O seu desafio agora é ganhar e ganhar sempre, à espera de uma escorregadela do Petro de Luanda.
O clássico com o Libolo, põe em confronto, duas formações com aspirações diferentes. Se por um lado, o 1º de Agosto luta pela revalidação, por outro, os libolenses fora da corrida pelo título, lutam pela honra, pois, em termos de conquistas têm a época perdida após serem eliminados da Taça de Angola.
E, sem nada a perder, o Libolo pode tornar-se um forte desmancha-prazeres, criar mais amargos ao conjunto militar, uma equipa que mostrou na última eliminatória da segunda competição nacional ter uma grande preparação psicológica, em função da estrondosa reviravolta que encetou no “buraco” do Lobito, diante da Académica.
E, esse talvez seja um dos factores, que servem de incentivo aos adeptos militares e que levam a equipa a acreditar, na reconquista do título até ao fim.

Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »