Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Eleies e eleies

24 de Março, 2017
As eleições nas associações desportivas têm vindo a ser marcadas por forte disputa. Vimos ao longo do ano passado em algumas federações qual foi a batalha em que se viram envolvidos os candidatos na perspectiva de atingir os cargos a que se propunham. O futebol caracterizou, o exemplo mais palpável. De resto, a corrida mobilizou três listas, ou, se preferirem, três candidatos.

Durante o período de campanha estes percorreram o país, passando a sua mensagem para sensibilizar os associados e por esta ordem merecerem o voto de confiança destes. Curiosamente, os candidatos foram todos homens intrinsecamente ligados ao futebol, de sorte que houve alguma corrente que acreditava numa lista de consenso. Mas isto não aconteceu. As três listas foram mesmo submetidas à votação.

Como das três só uma podia vencer, venceu aquela que convenceu os associados, estando agora o país futebolístico na expectativa de ver se consegue, uma vez alcandorada na direcção da federação tornar exequíveis as ideias que na hora da caça ao voto não passaram de meras promessas.
O tempo ainda não é de cobrança, porque as coisas não se fazem num abrir e fechar de olhos. Mas chegará a hora.

Cenário quase idêntico verificou-se na Federação Angolana de Basquetebol, onde Paulo Madeira perdeu a favor de Hélder Cruz. Os dois trabalharam arduamente em prol das respectivas campanhas, mas a decisão de quem deposita o voto recaiu favoravelmente para o antigo vice-presidente da Mesa de Assembleia Geral.

No atletismo Carlos Rosa também foi derrotado, dando lugar a outra figura. No hóquei em patins houve uma espécie de transição pacífica, com a retirada de Alberto Jaime \"Calabeto\", que terá concluído ter chegado a hora de dar oportunidade a outros depois de um longo consulado. Pedro Godinho manteve-se de pedra e cal, sendo talvez o único em que não houve concorrência.

Mas é da eleição na Federação Angolana de Desportos Náuticos que gostávamos nos debruçar. Neste órgão, a luta não está para menos. Assiste-se um a corpo-a-corpo acérrimo. No primeiro round as partes acabaram por terminar empatadas, tendo a Comissão Eleitoral determinado uma segunda volta para o desempate da eleição.

Assim Diamantino Leitão, que concorre à própria sucessão, encabeçando a Lista A e Laércio Cândido da Lista B, voltam hoje, às 10h00, no Clube Naval, a ser submetidos ao crivo dos clubes com direito a voto, a ver se se chega ao desempate e se encontrar um vencedor.

Não se sabe até aqui qual será a posição da Comissão Eleitoral em caso de se verificar novo empate, já que só existem quatro clubes com direito a voto.Esta disputa reflecte, indubitavelmente, um espírito de grande democraticidade que grassa nas instituições desportivas do país.

A família do desporto náutico está na expectativa de ver o desfecho deste pleito. Esperamos apenas por um processo eleitoral transparente. Portanto, ganhe Diamantino Leitão ou Laércio Cândido quanto a nós dá no mesmo, desde que trabalhe em prol do desenvolvimento deste atractivo desporto.

Últimas Opinies

  • 24 de Agosto, 2019

    O amiguismo na resciso

    O assunto de momento no nosso futebol, convenhamos, é sem dúvidas o desenlace entre a Federação Angolana de Futebol (FAF) e o técnico Srdjan Vasiljevic, em face de algumas situações que vinham acontecendo e que originou que se estalasse o verniz.

    Ler mais »

  • 24 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Os jogadores aguardaram isso dos dirigentes, para que a motivação crescesse

    Ler mais »

  • 24 de Agosto, 2019

    O sonho dos grupos

    Após as vitórias extramuros nas deslocações à Tanzânia e ao Lesotho, o 1º de Agosto e Petro têm, neste fim-de-semana, a oportunidade soberana de confirmarem a qualificação para última eliminatória de acesso a fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Viemos a público para responder ou esclarecer o que aconteceu.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

Ver todas »