Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Eleies na FAF

22 de Fevereiro, 2020
Face à realização de 24 de Julho a 9 de Agosto deste ano dos Jogos Olímpicos de Tóquio, Japão, a Assembleia Geral Ordinária da Federação Angolana de Futebol (FAF) deliberou já o período, para as eleições de renovação de mandatos no organismo. Desse modo, o órgão reitor do desporto-rei no país cumpre com uma das orientações baixadas pela Direcção Nacional dos Desportos (DND), em Janeiro último.
Para já, a reunião magna da FAF não teve coro suficiente, dada a ausência da maioria dos presidentes de clubes do Girabola Zap, a principal prova do desporto-rei no país, o que fez com que se gerasse também um certo ambiente de insatisfação.
Nesse seguimento, apenas os presidentes das Associações Provinciais de Futebol (APF) presentes tiveram a palavra. Os emissários dos clubes, por seu turno, limitaram-se a ouvir as discussões e, como óbvio, sem poder emitir as suas opiniões.
Durante o acto, realizado segunda-feira última, na sede social da FAF, na Urbanização Nova Vida, aqui em Luanda, foram aprovados os relatórios do exercício da actividade de 2018 e as acções de 2020, na generalidade. Por outro lado, ficou assente ainda que caberá à Comissão Instaladora a marcação efectiva do dia do pleito. É importante salientar, que a Direcção Nacional dos Desportos havia estipulado, em Janeiro último, um calendário para realização de eleições de renovação de mandatos, que deveria ser seguido pelos clubes, Associações Provinciais e Federações.
A medida visava, sobretudo, a realização dos pleitos dentro dos prazos legais e, como óbvio, antes das Olimpíadas. Nesse sentido ficou também assente, que se abririam excepções para as Federações, cujas modalidades vão disputar os Jogos de Tóquio deste ano, realizassem as eleições numa data mais conveniente. Para as demais Federações, e como é o caso da de Futebol, não se abririam qualquer tipo de excepções. Por isso, estabeleceram-se os períodos de Janeiro a Março para as eleições a nível de todos clubes nacionais e de Abril e Maio para as Associações Provinciais.
Nesse contexto, as Federações só realizam a posterior os seus pleitos eleitorais, mas sempre dentro dos prazos que antecedem as Olimpíadas, daí a deliberação para que o órgão reitor do futebol estipulasse o seu acto para o mês de Julho, mas isto como é óbvio antes do dia 24, data em que se dá o pontapé de saída dos Jogos de Tóquio\'2020.
É ponto assente que além do actual líder cessante da FAF, Artur Almeida e Silva, que justifica a sua recandidatura ao órgão a uma questão de compromisso com a Nação e o projecto votado pelos associados, haverá um outro concorrente com alguma visibilidade. Trata-se Norberto de Castro, patrono da escola com o mesmo nome, que é uma figura bem conhecida nas lides do nosso futebol. O dirigente da Escola Norberto de Castro admitiu à imprensa, que pondera a sua eventual candidatura ao pleito eleitoral da FAF por ter sido “solicitado pelos clubes”. A ver vamos...

Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »