Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Emoes no Girabola

27 de Agosto, 2014
Hoje temos animação e emoções no campeonato nacional de futebol da primeira divisão. A presente quarta-feira reserva a disputa da 22ª jornada da prova. A movimentação das equipas é frenética, pois todas fazem contas à vida, à medida que a competição começa a dobrar os últimos contornos.

Na verdade, este troço da prova é decisivo. É nele que as equipas procuram fazer a última safra, a ver a possibilidade de consumar os objectivos definidos. Pois, como se sabe, há sempre no campeonato três zonas de disputa, a do título, a da melhoria de classificação e a da simples manutenção.

No entanto, se olharmos para o quadro das 16 equipas a competir no Girabola, chegamos à fácil conclusão de ser apenas uma equipa, o Recreativo do Libolo, que está descansada, porque cada vez mais perto da meta. As outras equipas andam deslocadas dos objectivos, quer se refira àquelas que respiram conforto quer as da linha de água.

É certo que a nove jornadas do término da prova, nada ainda deve ser tomado como um dado adquirido. Nem o Libolo deve abrir o champanhe, tampouco as equipas que o seguem por perto, como Kabuscorp e Benfica de Luanda, devem jogar a toalha ao tapete. Muita coisa ainda é susceptível de ocorrer até ao fim.

Mas é certo que as contas preocupam. Há quem previu um sexto lugar, mas que "navega" penosamente numa décima ou 11ª posição que não ajudam a sonhar alto. Outro que prometeu o título à sua massa associativa, mas que o vislumbra a milhas. Também há equipas com pavor da despromoção e que se vão vendo mais perto da desdita à medida que as jornadas se vão sucedendo umas às outras.

O Libolo, que teve uma primeira volta sensacional, tem vindo a reduzir um pouco a passada, mas, ao que parece, nenhuma equipa concorrente procurou tirar proveito destes deslizes, de modo a reduzir a diferença pontual na classificação. Vai-se lá saber por que razão, mas a verdade é que quando o Libolo tropeça o Kabuscorp também tropeça.

Neste andar, a diferença pontual entre as equipas está condenada a manter-se. E se hoje as contas permitem ainda acreditar numa possível inversão classificativa das coisas, pode chegar-se a um estágio em que tal exercício matemático já não é possível. Os líderes de campeonatos só são alcançados com a diluição da vantagem pontual que levam.

Para já, o Libolo tem hoje possibilidades várias de elevar o seu coeficiente. Recebe em casa o Desportivo da Huíla, que são sendo uma presa fácil, é porém um adversário bem ao seu alcance, ao passo que o Kabuscorp vai a Cabinda defrontar o Sporting local. O desfecho dos dois jogos chama alguma atenção particular, sendo que envolvendo as equipas que se digladiam pelo título, pode ditar outro quadro classificativo. Vamos aguardar...

Últimas Opinies

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estou aqui para trabalhar. É uma realidade nova para mim. Nunca estive em África.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Angola est no Egipto

    O país acordou, hoje, na ressaca da explosão festiva resultante da qualificação da selecção nacional de futebol, ao Campeonato Africano das Nações, a disputar-se em Junho e Julho, no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Amanh um "tudo ou nada

    Amanhã é uma espécie de Dia D, para nós, e tal fica a dever-se aos ‘’Palancas Negras’’

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

Ver todas »