Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Escaldante Girabola

19 de Março, 2020
O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.
Aliás, a prova começou com muita concorrência pelo primeiro lugar, num banquete em que também esteve o Bravos do Maquis e a Académica do Lobito. Pois, com militares e petrolíferos envolvidos nas provas africanas de clubes, empreitada que regra comum tem a tendência de embaraçar as coisas, estavam na altura com pouco “jogo de cintura”.
Seja como for, militares e petrolíferos assumiram-se sempre mais adultos e astutos, não sendo sem razão que se diz sempre e com alguma frequência que a estes dois nunca se deve dar facilidades. De alguma fase para cá, e sobretudo depois de terem sido arredados da competição africana, têm se revezada na liderança do torneio.
Entretanto, é bom que se diga, que entre 1º de Agosto e Petro, de momento estão as duas equipas nas mesmas condições.
Ou seja, qualquer uma das equipas podem arrebatar o troféu, basta-lhe apenas uma gestão inteligentes das jornadas ou dos pontos ainda em jogo para lá chegar. O 1º de Agosto persegue o quinto título consecutivo, ao passo que o Petro persegue o 16º em termos gerais.
O tricolor, que tinha tudo para nesta altura assobiar de lado, mantém a esperança. Entretanto, as contas dos seus números classificativos conferem-lhe esse direito. Aliás, qualquer observador atento chega à conclusão, que só o jogo entre as duas equipas, na 26ª jornada, pode, eventualmente, vir a aclarar as coisas, caso não se decidam por um acordo de cavalheiros.
Se a meio da tabela reina uma acalmia total, ainda que algumas equipas não tenham conseguido melhorar as classificações da edição anterior, o mesmo não se pode dizer da situação na zona movediça da classificação, onde a aflição se apossa de equipas como Ferrovia do Huambo, Cuando Cubango FC e Santa Rita de Cássia.

Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »