Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Estreia do campeo

22 de Fevereiro, 2017
Comprometido com os compromissos internacionais, mais concretamente com as eliminatórias de acesso à Liga dos Clubes Campeões Africanos, o campeão nacional só hoje começa a defesa do título ao defrontar o JGM do Huambo, jogo de acerto referente à primeira jornada da primeira volta do Girabola Zap, que leva duas jornadas. O jogo disputa-se esta tarde, no Estádio 11 de Novembro.

A estreia da equipa às ordens de Dragan Jovic sucede no momento menos bom, ou seja, 72 duas horas depois de ser afastada da competição africana, pelo Kampala City, do Uganda. Os atletas podem não estar ainda refeitos do choque, que o descalabro tenha causado. Mas como em desporto, a preparação não incide unicamente nos aspectos físicos, mas também na componente psicológica, podemos estar seguros que teremos um 1º de Agosto explosivo.

Aliás, em certos casos, as competições internacionais surgem como um estorvo à competição interna, e agora, que tudo ficou a perder, não há senão virar as atenções para o campeonato nacional, onde por sinal a equipa tem uma grande responsabilidade na condição de campeã nacional, e tem por objectivo a revalidação do título. Não é que se esteja a favor do que foi o resultado na prova africana. Não é por aí.

Neste momento, as duas equipas assumidamente candidatas ao título, Kabuscorp do Palanca e Recreativo do Libolo, vão adiantadas na liderança com seis pontos, cada. Logo, o 1º de Agosto precisa de não claudicar para ver se se junta ao selecto grupo, antes que seja tarde. Portanto, precisa de dar sinal positivo no jogo desta tarde, que está a ser aguardado com redobrada expectativa, pela sua massa de adeptos.

De resto, a equipa está com um bom toque de bola, como vimos no jogo de domingo, que no fundo acabou penalizada por uma manifesta falta de sorte, tudo fez para dar a volta ao resultado desvantajoso que trazia do jogo de Kampala. E, estamos certos, que ao exibir o seu estatuto, não entre para o campeonato a claudicar, ainda que se admita esta hipótese.

O adversário a defrontar esta tarde, mesmo sem ser uma referência na praça futebolística nacional, teve uma prestação razoável na estreia diante da Académica do Lobito, com quem empatou a um golo, na jornada passada. Porém, é de reconhecer que Académica do Lobito é uma coisa, e 1º de Agosto é outra. Não são do mesmo campeonato.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »