Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Etapa derradeira

09 de Julho, 2016
Estão as 16 equipas do Girabola Zap estão perfiladas para o soar do "gong", que anuncia o reinício das hostilidades, na competição, fase que dita o vencedor do campeonato e as equipas que por demérito em campo, descem de divisão.

A segunda fase do campeonato antevê-se desde já renhida, també envolta em eventuais casos que podem ter como base a falta de dinheiro, que assola alguma equipas em prova.

No ar paira a incerteza acerca do futuro do Porcelana do Cuanza Sul, facto que ainda não é um dado adquirido, se equipa pode vir a ter capacidade financeira para suportar as próximas 15 jornadas que se avizinham, ou se confirma a desistência, depois da intenção manifestada no final da primeira volta.

Com uma primeira volta fértil em "chicotadas", com uma mão cheia de despedimento de treinadores, o espectro do "chicote" paira, pode ser a saída que alguns clubes decerto encontram para os maus resultados, como de resto aconteceu.

Os treinadores são os sacrificados quando os resultados não aparecem, mas nem sempre o despedimento tem o efeito desejado, em muitos casos a descida de divisão acaba por acontecer, muito por culpa dos próprios clubes.

Da forma como as equipas estão repartidas, na tabela de classificação, não custa discernir três campeonatos fundidos num, um reservado às equipas que lutam pelo título, com os tradicionais concorrentes, outro, em que três ou quatro formações esperam por uma prova sem complicações, após assegurarem o número de pontos necessários para a manutenção, e um terceiro, reservado estritamente às equipas em risco de despromoção.

Nesta segunda volta da prova, espera-se que os "casos" de arbitragem que têm marcado o futebol nacional, não façam presença. O Petro de Luanda e o 1ºde Agosto, para citar estes", foram as formações que apontaram o dedo aos árbitros, e com razão, porque em certas partidas, acabaram por ser prejudicados pela dualidade de critérios empregue por determinados juízes, que redundaram em grandes prejuízos aos dois emblemas.

O campeonato reata com o dérbi entre militares e encarnados, a prender as atenções gerais, até porque o líder da competição e grande candidato a campeão, entra em cena com vontade de manter-se na senda de bons resultados, com um certo desejo de desforra à mistura, ou não fosse o seu adversário de hoje o mesmo, que impediu que fizesse uma dobradinha, na eventualidade de ser campeão do Girabola Zap, ao afastá-lo da Taça de Angola.

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    A eliminao do Petro e o tal patriotismo

    Terminada a participação Petro de Luanda, na Taça Nelson Mandela, é normal que por esta altura, esteja a ser feita uma profunda reflexão em torno da participação na referida competição africana, nos mais diversos aspectos que ela comporta, sem descorar, portanto, a (des) continuidade do técnico Beto Bianchi, que mais uma vez não conseguiu o troféu de uma competição em que esteve envolvido. 

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Palancas Negras de olhos no Egipto

    A Selecção Nacional de futebol honras, vulgo Palancas Negras, só depende de si para chegar à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019, que vai ser disputado no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

Ver todas »