Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Feliz Natal para todos

25 de Dezembro, 2016
Na actividade desportiva, os seus fazedores são muitas vezes sacrificados, a exemplo das forças armadas, da Polícia Nacional e de outros ofícios que exigem a presença permanente do homem, quer faça chuva ou sol, seja noite ou dia, haja festa ou não. Atletas de várias disciplinas, em reiteradas ocasiões, acharam-se distantes do convívio familiar, em defesa dos seus emblemas ou de selecções.

Aliás, o mês de Dezembro é em regra o preferencial para grandes acontecimentos desportivos, assim como é escolhido para cumprimento de estágios com vista a competições que ocorram logo no princípio do ano seguinte. E, quando assim acontece, não há como partilhar o 25 de Dezembro com os membros da família, embora na convivência desportiva também se está em família, mesmo que não seja com o mesmo significado.

Portanto, sabemos que hoje muitos desportistas vão estar nessa condição, longe dos seus, porque a actividade desportiva chamou-os a outros lugares. Trata-se de uma situação que vem de longe, com a qual estão obrigados a adaptar-se, sem rodeios, todos os que movidos por qualquer sentimento tenham decidido abraçar a carreira de desportista.

Para os que eventualmente estejam em competição, o segredo está em vincar a ousadia e o espírito competitivo, que leve à conquista de bons resultados nas provas em que estejam inseridos, de modo a que o troféu compense a ausência no dia de hoje à mesa, e a troca de galhardetes (entenda-se presentes ou lembranças) entre pais e filhos, irmãos, avós, primos, tios, sobrinhos e netos, enfim.

Os que tiverem a sorte de estar em casa, desfrutem dessa oportunidade, porque também em ocasiões anteriores já se viram afastados do ambiente de família, e não se sabe se em 2017 voltam a ter a mesma sorte. Enfim, podem em virtude de um plano realizar um estágio ou uma competição por essa altura, e ter de ficar pelos SMS que as novas tecnologias agora permitem com a casa, sobre como está a ser vivido esse dia.

Em suma, a ideia é lançar o apelo à todos os desportistas angolanos para que desfrutem ao máximo este dia, quer estejam próximos ou distantes de casa. Exibam a mesma alegria e a satisfação que espalham sempre nos recintos desportivos, onde conseguem com as excelentes exibições, encantar qualquer mortal.

Entretanto, o apelo vai para a necessidade de se evitar ou mesmo abster-se do consumo excessivo de produtos nocivos como o álcool, por exemplo.
Aliás, enquanto desportistas sabemos à partida que o álcool não é um bom aliado, sobretudo, quando ingerido e em doses exageradas. Queremos que amanhã se levantem com a disposição de sempre e com o vigor energético com que arrebatam medalhas e troféus. Feliz Natal para todos.

Últimas Opinies

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estou aqui para trabalhar. É uma realidade nova para mim. Nunca estive em África.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Angola est no Egipto

    O país acordou, hoje, na ressaca da explosão festiva resultante da qualificação da selecção nacional de futebol, ao Campeonato Africano das Nações, a disputar-se em Junho e Julho, no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Amanh um "tudo ou nada

    Amanhã é uma espécie de Dia D, para nós, e tal fica a dever-se aos ‘’Palancas Negras’’

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

Ver todas »