Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Grande clssico

09 de Abril, 2017
Na verdade, estas duas equipas quando se encontram, seja em que circunstância for, têm sempre a particularidade de protagonizar um excelente jogo de futebol. Por isso, não é sem razão que se faz todo aquele alarido na semana que antecede o mesmo. Tem sido assim em todas as edições do nosso campeonato.

Dizem algumas más línguas que estas duas equipas vivem da fama do passado. Mas é esta mesma fama do passado que continua a fazer delas as equipas mais famosas do nosso campeonato, não obstante terem perdido algum poderio a favor de outras, como são o Kabuscorp do Palanca, o Recreativo do Libolo, o Interclube e outras.

A verdade porém, é que Petro e 1º de Agosto trataram de conquistar o seu exército de adeptos pelo país inteiro. E hoje, mesmo no jejum de títulos continuam a ser as equipas mais populares ou mais idolatradas. Só assim se explica que o 1º de Agosto mesmo depois de dez anos na prateleira ou em jejum continue a conservar a sua massa de adeptos. E ontem foi só mais uma prova provada disto.

Petro de Luanda e 1º de Agosto mostraram àqueles que se deslocaram ao estádio 11 de Novembro e aos demais que acompanharam o jogo pela televisão, por que razão são as equipas mais consagradas, mais referenciadas na praça futebolística nacional.

As equipas exibiram um futebol de primeiríssima água, com uma primeira parte fantástica e disputa com intensidade.

Para a segunda parte reentraram com a mesma determinação. Dai que se pode aferir que, quem foi ao estádio não perdeu, ficou apenas a ganhar, assim como aqueles que dispensando alguns compromissos particulares ficaram presos aos ecrãs televisivos para ver o desenrolar do encontro.

O número de títulos que as duas equipas coleccionam no nosso campeonato justificam aquela excelente exibição. O desfecho não belisca nenhuma das equipas, vangloria-as antes pelo contrário. Em resumo, independentemente daquilo que foi o resultado final, Petro de Luanda e 1º de Agosto foram verdadeiros adversários, que se bateram com galhardia num exercício que mais não visou senão valorizar o próprio espectáculo.

Últimas Opinies

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estou aqui para trabalhar. É uma realidade nova para mim. Nunca estive em África.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Angola est no Egipto

    O país acordou, hoje, na ressaca da explosão festiva resultante da qualificação da selecção nacional de futebol, ao Campeonato Africano das Nações, a disputar-se em Junho e Julho, no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Amanh um "tudo ou nada

    Amanhã é uma espécie de Dia D, para nós, e tal fica a dever-se aos ‘’Palancas Negras’’

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

Ver todas »