Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Jogo das multides

30 de Julho, 2014
Hoje temos jogo para todos os gostos. As equipas do 1º de Agosto e Kabuscorp do Palanca disputam o jogo mais importante da 20ª jornada do Girabola marcada para o dia de hoje. Embora classificativamente as duas equipas estejam separadas por oito pontos, com os campeões nacionais em vantagem, o jogo merece a mesma atenção particular.

Aliás, 1º de Agosto-Kabuscorp constitui, em qualquer circunstância, um desafio com a particularidade de despertar a atenção geral, talvez até de quem de futebol entenda pouco, conhecendo-o apenas como jogo das multidões, que tem a particularidade de atrair enchentes para os campos.

Nas últimas temporadas, quer se encontrem em jogos de campeonato quer o façam para a Taça de Angola, as duas equipas de Luanda sempre procuraram proporcionar um espectáculo futebolístico de qualidade. É esta particularidade que torna o jogo de hoje mais num prato suculento que um bom apreciador de futebol não se deve dar ao luxo de perder.

Em todos os campeonatos, os jogos entre equipas de primeiro plano têm a particularidade de atiçar acesos debates entre adeptos e incentivar apostas entre os mais ferrenhos, que, muitas vezes, longe de perceberem que o jogo de futebol é passível de três resultados, nunca enquadram a derrota nas previsões.

É desta forma efusiva que, de certeza, estão a viver os adeptos de ambas as equipas, mesmo com o abismal fosso pontual que se verifica na ordem de colocação classificativa entre uma e outra. Também é verdade que este não é motivo que lhe subtraia interesse, sobretudo porque quando estas duas equipas se encontram, para os seus adeptos o que conta não é tanto a pontuação mas a exibição e espectáculo.

Estão as condições criadas para que hoje o 11 de Novembro registe uma das suas maiores enchentes e as suas bancadas gemam sob o peso da falange de adeptos dos dois conjuntos que, na certa, vão saber, na sua forma entusiástica de vibrar, e sempre com espírito de “fair play”, valorizar a contenda.

De resto, 1º de Agosto e Kabuscorp jamais protagonizaram um jogo insípido, porque por entre alguma crise de qualidade de que enferma o nosso futebol, estas ainda são as equipas com um toque de bola aceitável e cujos jogos vale a pena não perder.
Deixa, pois, de haver receio de que hoje as coisas venham a ser diferentes. A diferença, se é que marque presença, pode consistir apenas na distância pontual a separá-las, mas que não as inibe ou as limita a fazer aquilo a que nos acostumaram nos jogos entre si.

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    A eliminao do Petro e o tal patriotismo

    Terminada a participação Petro de Luanda, na Taça Nelson Mandela, é normal que por esta altura, esteja a ser feita uma profunda reflexão em torno da participação na referida competição africana, nos mais diversos aspectos que ela comporta, sem descorar, portanto, a (des) continuidade do técnico Beto Bianchi, que mais uma vez não conseguiu o troféu de uma competição em que esteve envolvido. 

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Palancas Negras de olhos no Egipto

    A Selecção Nacional de futebol honras, vulgo Palancas Negras, só depende de si para chegar à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019, que vai ser disputado no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

Ver todas »