Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Jogo de colossos

02 de Março, 2016
A jornada número dois do Girabola prossegue hoje com o desafio Libolo -Kabuscorp a merecer o mais vivo interesse. Trata-se de uma jornada que inclui o Sagrada Esperança -1º de Maio de Benguela. Os dois jogos só hoje se realizam face ao envolvimento das equipas do Recreativo do Libolo e Sagrada Esperança nas competições africanas de clubes.

O jogo entre os campeões nacionais e o Kabuscorp do Palanca é sempre apetecível, mesmo quando as duas equipas se situem longe do seu melhor. Este ano, por exemplo, as duas formações entraram para a competição a ganhar, deixaram claras indicações de virem a ter o desempenho que lhes tem caracterizado nas edições anteriores, em que sempre assumiram protagonismo de entre outras equipas que de costume assumem as candidatas ao título. Aliás, são duas formações cujas direcções não olham a meios quando a questão se refere a reforços.

Desta vez não vai ser diferente. A luta pelo título faz parte das prioridades. O ambiente e a expectativa à volta do jogo mantêm-se, pelos objectivos que ambas perseguem. As duas estão em igualdade de circunstâncias pontuais, e primam pela dignidade. Na tabela classificativa as duas equipas estão com três pontos e quem vier a ganhar acrescentará mais três e assim vai juntar-se ao bloco da liderança.

De certeza, que quer uma quer outra equipa alimentam o mesmo objectivo: estar no bloco da frente. De resto, é intenção das equipas somarem pontos logo nas primeiras jornadas, quanto mais não seja devido a acautelarem-se de eventuais tropeços, lá mais para a frente. Em termos de probabilidades importa dizer à partida, que as duas equipas dão bons indicadores neste começo de época, que de alguma forma ou de outra empresta um maior interesse ao próprio jogo.

Para a mesma jornada no Dundo, o Sagrada Esperança teria igualmente hoje a visita do 1º de Maio de Benguela. Entretanto, em face da chegada tardia dos lundas ao país, provenientes da África do sul onde jogaram no fim-de-semana, o jogo sofreu outro adiamento, devendo ser disputado em data a ser remarcada pela FAF.

Este adiamento vem só a calhar. Pois, depois de ter jogado ha 72 horas e ter viajado a distância que percorreu entraria certamente com alguma desvantagem no jogo em face do desgaste físico. Trata-se de um problema que poderá enfrentar o hoje o Recreativo do Libolo, já que o seu adversário descansou o tempo suficiente, que lhe terá permitido recarregar as baterias. Ainda assim, estamos na esperança de que as equipas proporcionem um agradável espectáculo àqueles que tiverem a primazia de ir ao estádio.

Últimas Opinies

  • 15 de Julho, 2019

    O real papel do gestor desportivo

    As funções de um gestor desportivo não são mais do que as funções de um gestor de empresas, adaptadas e ajustadas às particularidades de um clube ou federação desportiva.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Quem explica o desporto angolano?

    O nosso desporto merece um estudo profundo, para se encontrar explicações que justifiquem os resultados que vai tendo.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    No nosso grupo (A),  somos a única selecção (Angola) que tem a sua primeira participação  a este nível. Canadá vai para a sua sétima, Nova Zelândia.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Objectivo falhado

    Angola não conseguiu alcançar o objectivo preconizado no Mundial de Hóquei em Patins, que se disputou em Barcelona, Espanha, acabando por se quedar na sexta posição.

    Ler mais »

  • 13 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    Vamos entrar para o campeonato em cada jogo para ganhar, nós queremos começar bem, com o pé direito. Como sabem, já temos o calendário.

    Ler mais »

Ver todas »