Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Jogo de gigantes

05 de Outubro, 2016
O sorteio ditou que chegados a esta fase da competição, duas das grandes equipas do futebol nacional se encontrassem, numa espécie de final antecipada.

Não restam dúvidas que o jogo Recreativo do Libolo - Petro de Luanda (segundo e terceiro classificados do Girabola) é o cartaz das meias-finais da Taça de Angola.

Embora, estejam ambas atrás do título da principal competição futebolística doméstica, em que o 1º de Agosto é o principal candidato, qualquer uma delas vê na Taça de Angola uma possibilidade de salvação da época, caso escape o campeonato nacional.

Recreativo do Libolo e Petro de Luanda disputam hoje o jogo de maior destaque da segunda maior prova do futebol nacional, que para muitos devia ser a grande final, depois da eliminação das principais equipas, nas fases anteriores. Por serem os dois últimos gigantes em competição, seria uma partida reservada para a final, de modo a empolgar e criar mais suspense.

Com o objectivo principal virado para o Girabola, as duas equipas nem por isso se farão rogadas. Pelo contrário, tudo vão fazer para atingir a final e proporcionar um espectáculo à altura do que representam no mosaico futebolístico angolano.

O Recreativo do Libolo - Petro de Luanda, ou vice-versa, tornou-se de um tempo à esta parte, num dos clássicos do futebol nacional. Não importa que o jogo seja em Calulo ou em Luanda, a verdade é que o confronto das equipas, é um espectáculo quase garantido.

Este ano, as duas equipas já se defrontaram por duas vezes, para a primeira e a segunda voltas do Girabola, em jogos referentes à 5ª e 20ª jornadas, com resultados de ambos os jogos a saldarem-se, coincidentemente, em empates a uma bola (1-1).

A partida é das que arrasta multidões e desperta acesos debates, não só entre os adeptos das duas equipas, mas de prosélitos da modalidade de um modo geral. Espera-se, portanto, por um "trumunu" de gigantes, esta tarde em Calulo, entre libolenses e petrolíferos.

Embora tenha igualmente o seu "quê" de interesse, a outra meia -final não vai despertar o mesmo entusiasmo como promete o jogo de cartaz, que opõe o Recreativo do Libolo ao Petro de Luanda.

O Domant FC - Progresso do Sambizanga define a equipa que vai ser adversária de um dos dois grandes, na final da Taça de Angola, em princípio, agendado para o dia 11 de Novembro, dia da Independência Nacional.

Últimas Opinies

  • 18 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Temos de nos preparar bem para o jogo que será decisivo e estou convicto que iremos fazer este trabalho em conjunto, não temos muito tempo, agurada-nos um trabalho sério contra uma selecção que perdeu todas as partidas.

    Ler mais »

  • 18 de Março, 2019

    L se foi o sonho...

    O Petro de Luanda, até ontem o único sobrevivente angolano nas Afrotaças, não conseguiu evitar a derrota frente ao Gor Mahia FC do Quénia, em Nairobi, num jogo em que estava “condenado” a não desperdiçar, na totalidade, os pontos em discussão.

    Ler mais »

  • 18 de Março, 2019

    Os estreantes e o ritual de integrao

    Igor Vetokele regressa aos Palancas Negras, depois de muito tempo.

    Ler mais »

  • 16 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Eu já vi três vezes o jogo, muito sinceramente deu para ver alguma coisa na atitude e reacção de certos jogadores.

    Ler mais »

  • 16 de Março, 2019

    Operao Botswana

    A Selecção Nacional de futebol em honras concentra-se amanhã, a noite, tendo em vista a derradeira jornada do Grupo I da campanha para o Campeonato Africanos das Nações deste ano, a decorrer entre 21 de Junho e 19 de Julho no Egipto.

    Ler mais »

Ver todas »