Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Jogos da CPLP

11 de Junho, 2012
Portugal acolhe em Julho próximo, mais uma edição dos Jogos da CPLP-Comunidade de Países de Língua Portuguesa. Congregando um conjunto de disciplinas, a prova constitui, sem dúvida, uma montra atractiva de unidades que se assumem como promessas nos países que se expressam na língua de Camões. Nesta perspectiva, e sendo na política de massificação e na explosão a nível dos escalões de formação que se reflecte o investimento desportivo de qualquer país, vão os participantes bater-se em busca das melhores posições classificativas nas modalidades em que vierem a competir.

Sabe-se que cada Estado lusófono tem o seu forte, sendo que é este aspecto que vai emprestar qualidade e interesse ao torneio, capaz de ser marcado por muitas surpresas, mais a mais porque, por cá, andamos longe do que se faz, por exemplo, em Timor Leste e em Macau, só para citar estes. Há que se ter em conta que estes países da comunidade não vão à competição em passeio turístico ou com o objectivo de ganhar experiência, embora a prova seja destinada à classe de Sub-16, mas têm, decerto, objectivos claros.

Às vezes, é interessante esta particularidade de ter na prova equipas desconhecidas. O nosso país, já de há algum tempo a esta parte, tem as atenções voltadas para esta competição, submetendo as selecções participantes a uma preparação intensiva, augurando uma prestação que se situe ao nível da sua expressão desportiva na arena internacional. Estamos na expectativa de ver as nossas equipas a intensificarem a preparação na busca dos níveis de confiança que se impõem para uma boa participação.

Vamos esperar por um desempenho igual de todas as selecções presentes no certame, pois, embora se trate de um torneio ao nível de escalões jovens, não deixa de ser um certame em que a competitividade tem a palavra-chave, independentemente do necessário espírito de convivência e intercâmbio juvenil. Há, em resumo, uma forte aposta dos países participantes em chegar a Portugal e lutar pelos objectivos traçados nas diferentes disciplinas. Angola não é um caso à parte. Vai trabalhar para isso, de sorte que seja capaz de erguer bem alto a sua bandeira entre as outras da comunidade.

Últimas Opinies

  • 17 de Agosto, 2019

    Girabola Zap periclitante

    A festa do futebol está de regresso. Com o retorno do Campeonato Nacional da I Divisão, vulgo Girabola Zap 2019/2020, a alegria do povo volta à ribalta e com ela a euforia, a competitividade.

    Ler mais »

  • 17 de Agosto, 2019

    De volta a febre pelo futebol!...

    Para a alegria dos seus aficionados, está de regresso a maior festa futebol nacional, o Girabola Zap. Uma prova que inflama paixões e leva alegria para os vários estádios espalhados pelo país.

    Ler mais »

  • 17 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estamos mais preocupados com a integração dos novos atletas  e perceber qual o momento desportivo e a partir daqui,  entrar numa outra fase de desenvolvimento e novamente.

    Ler mais »

  • 17 de Agosto, 2019

    Baptismo do Wiliete

    Depois da abertura ontem da 42ª edição do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, vulgo Girabola Zap, com o jogo Clube Desportivo da Huíla (CDH) - FC Bravos do Maquis.

    Ler mais »

  • 15 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Se até agora estivéssemos com as estratégias todas consolidadas, com os atletas em boa forma física e excelente dinâmica, podia também nalguns casos.

    Ler mais »

Ver todas »