Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Jornada aliciante

11 de Setembro, 2016
Trata-se de uma jornada, que inclui ainda o 4 de Abril-Recreativo do Libolo, marcado para a próxima quarta-feira. Um dos três jogos marcados para hoje, pode levar a uma acentuada diferença pontual no topo da classificação entre o primeiro e o segundo classificado, embora se tratando de uma vantagem provisória, capaz de ser desfeita nas próximas 72 horas.

Tratamos de condicionar com o "pode", porque é apenas uma hipótese que pode não acontecer, uma vez que os lundas também têm objectivo a defender na prova. Aliás, os duelos entre militares e diamantíferos são sempre apetecível, mesmo quando as duas equipas se situam longe do seu melhor, vai dai que o 1º de Agosto não pode partir para o jogo com a convicção de pontos somados. Só os 90 minutos poderão determinar.

Este ano, por exemplo, as duas formações, estão com prestações muito opostas, razão porque estejam separadas na tabela classificativa por 21 pontos, o que não deixa de ser indicativo de uma certa hegemonia de uma sobre a outra. Mas como no futebol às vezes não se respeita a lógica, não devemos menosprezar o valor dos diamantíferos, que são uma equipa também com algum histórico na praça futebolística.

É evidente que pelo andar das coisas as duas equipas já não defendem iguais objectivos. A luta pelo título faz parte apenas das prioridades da turma militar. Contudo, o ambiente e a expectativa à volta do jogo mantêm-se. E mesmo não estando em igualdade de circunstâncias pontuais, primando pela dignidade podem proporcionar um apetecível espectáculo de futebol, quanto mais não seja uma forma dos lundas mostrarem que a sua posição classificativa não reflecte o seu nível competitivo.

Os militares procuram, depois da desfeita da edição passada, conquistar o título ante o desejo de quebrar um jejum que se prolonga há dez anos, enquanto o Sagrada luta para evitar a pior classificação de sempre, estando ao que parece na "zona movediça", ou se preferirem, linha de equipas com um pé atrás e outro à frente. Ou seja, que tanto podem se ver livre do espectro da despromoção, como se pode ver envolvidas numa encarniçada batalha pela não descida de divisão.

Ainda em Luanda, a jornada nos reserva o Progresso do Sambizanga-Progresso da Lunda Sul. Embora tratando-se de um jogo entre equipas, sem nada mais ganhar nem a perder, olhando pelas posições que ocupam, mas dado algum equilíbrio entre ambas, têm obrigação de fazerem um jogo que possa agradar a sua massa de adeptos, sobretudo os sambilas que jogam em casa, e que ainda acreditam lograr o seu eterno sexto lugar.

No topo da tabela, o campeão em título, Recreativo do Libolo, tem aparentemente a tarefa mais facilitada, apesar de jogar fora do período e do seu habitat. Como já o dissemos no começo se desloca na próxima quarta-feira a Menongue, para defrontar o 4 de Abril. Mas terá de observar muitas cautelas, já que nem sempre as equipas do Leste se deixam vergar no seu reduto. Para um campeão qualquer tropeço pode ser fatal nesta fase da prova.

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »