Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Jornadas decisivas

25 de Janeiro, 2015
À entrada da terceira e última jornada da primeira fase não há ainda uma selecção apurada para a fase do "mata mata", prova do equilíbrio que vem norteando a competição.

Perante este cenário, a derradeira jornada da primeira fase será determinante para se apurarem as oito equipas que irão disputar os quartos de final. As hostilidades iniciam-se logo mais, com o Grupo A no centro das atenções.

Do quarteto formado pelas selecções do Congo Brazzaville (4p), Gabão (3), Guiné Equatorial (2) e Burkina Faso (1), sairão os dois felizardos.

Gabão-Guiné e Congo-Burkina Faso irão capitalizar as atenções de todos quantos têm acompanhado ao pormenor o maior evento continental a nível de selecções. O facto dos dois jogos serem disputados à mesma hora (17) aumenta ainda mais a expectativa.

O mesmo cenário podemos encontrar nos restantes grupos. No B, por exemplo, a diferença pontual que separa o "lanterna" ao líder do grupo é igualmente de três pontos. A Tunísia soma quatro pontos contra apenas um da Zâmbia. Contudo, os zambianos ainda têm uma réstia de esperança de alcançar o "passaporte" que os conduza aos quartos de final. Para tal terão de vencer Cabo Verde (2) e esperar pelo desfecho da partida entre a RDC (2) e a Tunísia. Nenhuma das equipas está arredada da competição. Tudo será decidido na segunda-feira, depois da disputa da derradeira jornada desta fase inicial.

No Grupo C, formado pelas selecções do Senegal (4); Argélia (3) Gana (3) e África do Sul (1), ninguém pode ainda rir e muito menos chorar. A alegria e a tristeza só virão na próxima terça-feira, quando se disputar a terceira jornada da primeira fase.

Deste quarteto os sul-africanos são os únicos que ainda não conheceram o sabor da vitória. Sendo assim não dependem só de si para atingirem a próxima fase. Terão de vencer o Gana e esperar pelo resultado do jogo entre o Senegal e a Argélia para fazerem as contas finais.

Como os dois jogos serão disputados à mesma hora, todos vão para as quatro linhas a pensar apenas em vencer os seus jogos. As contas serão feitas depois dos 90 minutos.

Um caso particular acontece no Grupo D. À entrada da segunda jornada, ontem disputada, as quatro selecções somavam um ponto cada.

Independentemente dos resultados de ontem, os dois apurados apenas serão conhecidos na próxima quarta-feira, quando jogarem Camarões-Costa do Marfim e Guiné Conacry-Mali.

Este equilíbrio que tem marcado esta primeira fase é bom para a prova e vem demonstrar que não há vencedores antecipados. Quem é favorito tem de o demonstrar nas quatro linhas. Esperemos que este equilíbrio permaneça nas próximas fases e que constitua uma marca deste CAN.

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    A eliminao do Petro e o tal patriotismo

    Terminada a participação Petro de Luanda, na Taça Nelson Mandela, é normal que por esta altura, esteja a ser feita uma profunda reflexão em torno da participação na referida competição africana, nos mais diversos aspectos que ela comporta, sem descorar, portanto, a (des) continuidade do técnico Beto Bianchi, que mais uma vez não conseguiu o troféu de uma competição em que esteve envolvido. 

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Palancas Negras de olhos no Egipto

    A Selecção Nacional de futebol honras, vulgo Palancas Negras, só depende de si para chegar à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019, que vai ser disputado no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

Ver todas »