Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Luta de aflitos

01 de Novembro, 2016
Arrumada a questão do título, no último final de semana, entregue com todo o mérito na galeria do 1º de Agosto, já não faz muito sentido qualquer tipo de conversa, com relação a esse tema. Agora, há uma situação a decidir: encontrar a terceira equipa que vai baixar de divisão, ou dito de outra forma, que vai fazer companhia desagradável ao Porcelana do Cuanza Norte, e ao 1º de Maio de Benguela.

Esta, é a particularidade, que ainda anima o campeonato. Para a última jornada, as atenções estão focadas para aí. Qual afinal, será a terceira equipa, a baixar de divisão? Na calha estão três, nomeadamente, 4 de Abril do Cuando Cubango, Asa e Académica do Lobito. Nas hostes destas agremiações, não há sono, nos próximos dias.

A semana em curso vai ser de muito trabalho, assim como de acertos nos detalhes de foro administrativo, em busca de mais ânimo e motivação no seio dos atletas, detalhe que está a ser encarado como determinante para a obtenção de resultados esperados, na derradeira jornada, e deste modo, tentarem escapar do espectro da despromoção.

No caso particular dos aviadores, o presidente do clube promete tudo fazer, liquidar os três meses de salários, em atraso, antes do jogo decisivo com o 4 de Abril do Cuando Cubango, outro aflito que procura colocar maturidade competitiva na prova, e evitar o caminho da segunda divisão. As três equipas lutam, para continuarem a militar, no escalão superior do futebol nacional.

É certo que apenas uma vai ter a desdita de seguir para o escalão inferior, outras duas, hão-de permanecer. A incógnita consiste em saber quem sobrevive, e quem fracassa. Por alguma coincidência, Asa e 4 de Abril jogam entre si, na jornada do fim-de-semana, talvez seja o único jogo que envolva equipas de terceiro plano, a ter um cunho de uma verdadeira final.

Neste emparceiramento, a turma do aeroporto tem mais obrigação. Para ela, só uma vitória pode valer. O empate está posto fora de questão, uma vez que favorece o adversário, que venceu o jogo da primeira volta. É na verdade, uma empreitada super-difícil, a dos aviadores. Porém, devem tirar proveito do factor casa, e do facto do adversário estar há 4 meses sem os seus ordenados mensais, tampouco dos prémios de jogo.

A Académica do Lobito pode estar mais tranquila, defronta uma equipa com a situação arrumada, sem nada a perder, nada a ganhar, embora, competitivamente superior, o Interclube. Não é o mesmo que defrontar um adversário carente de pontos, para lograr o seu objectivo. Nem sempre se tem a mesma sorte. Na edição passada, resolveu a permanência na última jornada, diante do Recreativo do Libolo. Resta saber se vai ter a mesma sorte. Portanto, o que vai animar a última jornada, é esta particularidade. Quem acompanha o Porcelana, e o 1º de Maio, procura-se...

Últimas Opinies

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estou aqui para trabalhar. É uma realidade nova para mim. Nunca estive em África.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Angola est no Egipto

    O país acordou, hoje, na ressaca da explosão festiva resultante da qualificação da selecção nacional de futebol, ao Campeonato Africano das Nações, a disputar-se em Junho e Julho, no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Amanh um "tudo ou nada

    Amanhã é uma espécie de Dia D, para nós, e tal fica a dever-se aos ‘’Palancas Negras’’

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

Ver todas »