Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Madagscar na rota

25 de Julho, 2017
Os Palancas Negras chegaram à última fase de qualificação ao CHAN, a disputar-se no próximo ano no Quénia, fruto da eliminação das Ilhas Maurícias, adversário da eliminatória anterior que no cômputo das duas mãos perdeu por 4-2, com 1-0 no primeiro jogo, e 3-2, no segundo.

Agora, na rota para a fase final, Angola encara a congénere do Madagáscar que com alguma surpresa deixou pelo caminho Moçambique, que no agregado perdeu por 3-1, após um empate (1-1) na primeira-mão, em Antananarivo, e derrota (2-0), na segunda, em Maputo.

Quando quase todos acreditavam que Moçambique seria o adversário da última eliminatória, a julgar pelo seu potencial comparando ao do Madagáscar, eis que os malgaxes surgem com algum espanto como os opositores que os angolanos têm de encarar para chegar à cimeira do futebol continental, reservada aos jogadores que actuam nos respectivos campeonatos internos.

Com as dificuldades observadas no jogo diante das Ilhas Maurícias, em Luanda, é avisado que a equipa técnica comandada por Beto Bianchi comece a fazer o trabalho de casa, para evitar surpresa desagradável como a que tiveram os moçambicanos (o seleccionador Abel Xavier, seus pupilos, dirigentes federativos e público em geral).

Madagáscar é uma selecção que parece representar para Angola o mesmo grau de dificuldade do adversário anterior. É também uma equipa que está ao alcance dos Palancas Negras, não constitui à partida um perigo ou ameaça que não possa ser ultrapassado, embora, tenha deixado um sério aviso ao afastar os Mambas. Assim, espera-se por uma empreitada que deve ser encarada com a mesma ou uma exigência ainda maior, de modos a fazer vincar em campo a mais valia competitiva, e no final das contas ser a selecção qualificada para o CHAN do Quénia.

Os angolanos começam este jogo em Antananarivo, e regressam ao país para discutirem os últimos 90 minutos, tal como sucedeu na eliminatória passada, em que defrontaram primeiro os ilhéus, em Port Louis, e depois, fechou a contenda nos seus domínios, no Estádio Nacional 11 de Novembro.

Ciente desta \"vantagem\", como considerou Beto Bianchi, resta esperar que não haja grandes contrariedades para que a equipa técnica prossiga o trabalho, se possível com a integração de novos jogadores, ou seja, os que no momento demonstrem estar em boa física e competitiva, para o aumento do leque de opções.

O jogo da primeira-mão está agendado para o dia 20 de Agosto, e até lá, há tempo quanto baste para se projectar a estratégia mais conveniente para o adversário que se nos espera, e que já conhecemos.

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    A eliminao do Petro e o tal patriotismo

    Terminada a participação Petro de Luanda, na Taça Nelson Mandela, é normal que por esta altura, esteja a ser feita uma profunda reflexão em torno da participação na referida competição africana, nos mais diversos aspectos que ela comporta, sem descorar, portanto, a (des) continuidade do técnico Beto Bianchi, que mais uma vez não conseguiu o troféu de uma competição em que esteve envolvido. 

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Palancas Negras de olhos no Egipto

    A Selecção Nacional de futebol honras, vulgo Palancas Negras, só depende de si para chegar à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019, que vai ser disputado no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

Ver todas »