Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Mais ganhos para o futebol

01 de Setembro, 2013
O investimento deve servir de incentivo às demais pessoas colectivas e individuais, ligadas ao aparelho do Estado ou privado, no sentido de investirem no desporto e na cultura que não têm merecido o devido valor e interesse por parte do empresariado nacional e não só.

De referir que o Complexo ora inaugurado enquadra-se no esforço do Executivo em materializar as políticas de massificação e desenvolvimento desportivo, que em nossa opinião, tem “pernas para andar”. A estrutura física do mesmo e a capacidade profissional dos seus mentores, evidenciadas ao longo das suas extensas “folhas de serviço”, em prol do desenvolvimento desportivo, no caso do futebol, espelham o que atrás está descrito.

Os feitos realizados pela Associação de Futebol de Angola são do conhecimento geral, cuja actividade remonta a alguns anos, ao permitir que as crianças e adolescentes maioritariamente residentes no distrito urbano da Samba e áreas adjacentes, área em que o Complexo está situado, aprendam o abc do futebol. Não se deve esquecer que a massificação e desenvolvimento desportivo tornam-se mais rentáveis quando são efectuados a partir das bases no seio das comunidades, como é o caso do “Glória”.

Está-se em presença de investimentos sem qualquer risco de perda ou de prejuízo, uma vez que as vantagens que trará para a elevação do nível de qualidade e do desporto nacional, vão surgir com o decorrer do tempo, o que significa que é Angola que vai ganhar.

Outro ponto positivo que merece ser destacado em função da edificação do “Glória”, é o facto de o mesmo situar-se no meio de uma comunidade, uma vez que a maioria das instituições do género em Luanda e ao serviço das comunidades, está localizada distante dos subúrbios, onde reside o maior número de praticantes e amantes da modalidade.

O propósito da edificação do Complexo, cujos mentores, técnicos, pessoal de apoio e administrativo, além de se constituírem em parceiros do Executivo, no que concerne à criação de infra-estruturas para a massificação e desenvolvimento desportivo, visam contribuir para o incentivo da comunidade local, principalmente os adolescentes e crianças e porque não os jovens e cidadãos de ambos os sexos e de todas as idades, no sentido de optarem pela prática do desporto.

Ao praticarem desporto como actividade socialmente útil, principalmente as crianças, adolescentes e jovens, vão desviar-se dos caminhos perigosos, como o tráfico e consumo de drogas, alcoolismo e furtos, práticas nocivas à sociedade, muito em voga em algumas franjas da população, principalmente na juventude. A iniciação à prática do desporto rei por parte das crianças, é outro benefício que as populações vão absorver com a construção do “Glória”.

Leg: O futebol angolano sai a ganhar com a criação do Complexo Desportivo “Glória” que dá cursos para o surgimento de novos talentos
Leonel Libório

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    A eliminao do Petro e o tal patriotismo

    Terminada a participação Petro de Luanda, na Taça Nelson Mandela, é normal que por esta altura, esteja a ser feita uma profunda reflexão em torno da participação na referida competição africana, nos mais diversos aspectos que ela comporta, sem descorar, portanto, a (des) continuidade do técnico Beto Bianchi, que mais uma vez não conseguiu o troféu de uma competição em que esteve envolvido. 

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Palancas Negras de olhos no Egipto

    A Selecção Nacional de futebol honras, vulgo Palancas Negras, só depende de si para chegar à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019, que vai ser disputado no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

Ver todas »