Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Maquis regressa fina flor

24 de Setembro, 2016
Os amantes do desporto na província do Moxico exultaram de alegria devido o facto da equipa do FC Bravos do Maquis ter garantido a ascensão ao campeonato nacional de futebol da primeira divisão, no que configura o seu regresso, depois da despromoção na edição passada.

A satisfação das gentes do Moxico tem toda a razão de ser. O Girabola tem não só a particularidade de recrear os amigos do futebol, como de trazer perspectivas de negócios, lá onde estiver presente. Pode parecer que não, com ele ganha-se sempre. E o Moxico ressentiu-se com a despromoção da equipa.

Em 2017, fim-de-semana sim, fim-de-semana não, e em alguns casos de semanas seguidas, a província vai ganhar outro ar, outra vida, outra azáfama, porque o futebol tem essa particularidade. As poucas unidades hoteleiras na cidade do Luena vão passar a ter mais demanda, quer seja das equipas competitivas, quer das que vivem o futebol na alma e que se desloquem das localidades para assistir aos jogos para lá agendados.

O mesmo pode dizer-se dos serviços de restauração, que podem conhecer mais procura nos dias dos jogos em que as gentes chegadas de outras localidades da província e das circunvizinhas, procuram certamente fazer as suas refeições na cidade, e depois evoluam para o Estádio do Mundunduleno. São muitas as vantagens a assacar com a presença do Girabola na província.

Espera-se que desta vez, a equipa tenha subido para fazer um campeonato tranquilo, longe dos problemas enfrentados na primeira presença. Por outro, com a presente edição ainda em curso, pensamos que a direcção do clube e outros colaboradores na província tenham tempo suficiente para traçar estratégias eficazes, para quando for o momento da competição tenham a casa suficientemente arrumada, para um campeonato calmo e tranquilo.

A organização, a experiência já nos foi dada a ver, é o segredo do sucesso. Quando há organização, mesmo com equipas pequenas, consegue-se impor com firmeza aos adversários e a outros desafios. Encontramos no presente Girabola Zap, um exemplo claro disso no Progresso da Lunda Sul, verdade se diga, de uma sensação agradável.

Quando muitas equipas dos “habitués” do campeonato, entraram cheias de promessas, depois, fazem contas à vida, algumas até com sérios riscos de descer de divisão, o Progresso da Lunda Sul tem a vida quase resolvida. De certeza, que a direcção do clube sabe o que é preciso fazer, de modo que o regresso ao escalão superior do futebol nacional, seja coroado de êxitos.

Últimas Opinies

  • 15 de Julho, 2019

    O real papel do gestor desportivo

    As funções de um gestor desportivo não são mais do que as funções de um gestor de empresas, adaptadas e ajustadas às particularidades de um clube ou federação desportiva.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Quem explica o desporto angolano?

    O nosso desporto merece um estudo profundo, para se encontrar explicações que justifiquem os resultados que vai tendo.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    No nosso grupo (A),  somos a única selecção (Angola) que tem a sua primeira participação  a este nível. Canadá vai para a sua sétima, Nova Zelândia.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Objectivo falhado

    Angola não conseguiu alcançar o objectivo preconizado no Mundial de Hóquei em Patins, que se disputou em Barcelona, Espanha, acabando por se quedar na sexta posição.

    Ler mais »

  • 13 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    Vamos entrar para o campeonato em cada jogo para ganhar, nós queremos começar bem, com o pé direito. Como sabem, já temos o calendário.

    Ler mais »

Ver todas »