Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Mente s em corpo so

14 de Julho, 2015
A ginástica é um conceito, que engloba modalidades competitivas e não competitivas e envolve a prática de uma série de movimentos, que exigem força, flexibilidade e coordenação motora, para fins únicos de aperfeiçoamento físico e mental.No país, a ginástica vive um estado de graça. A nível mundial, Angola já conquistou uma medalha de ouro e internamente, dá passos seguros para o despontar de talentos, que possam impor-se no contexto internacional, com a criação recente dos Centros de Alto Rendimento no Lubango, Huambo e Benguela.

Entretanto, a Federação Angolana da modalidade encoraja os cidadãos à prática regular de ginástica, como uma actividade sã, que pode ajudar na melhoria do dia-a-dia, concretamente na prevenção de doenças cardiovasculares.No capítulo competitivo, os ginastas angolanas lutam, para um melhor rendimento nas competições internacionais a curto e médio prazo, e nos centros de excelência criados exactamente para o treino, há condições para poderem aliar os estudos aos exercícios diários, sob batuta de treinadores habilitados, capazes de lapidar os diamantes que têm em mãos, na perspectiva de reluzir o brilho no futuro.

A aposta da Federação vai de encontro às intenções do órgão reitor do desporto nacional, no sentido de se investir mais, nas modalidades individuais, nas competições fora do país, tais como os Jogos Africanos em Setembro, na capital da República do Congo, em Brazzaville, com mais uma edição, com a participação de desportistas nacionais, bem como nos Jogos Olímpicos e Campeonatos do Mundo.

Fora do capítulo desportivo, a Federação Angolana de Ginástica promove actividades com o fito de quebrar a rotina sedentária, de modo a criar uma melhor circulação sanguínea, a queima de calorias, para um melhor desempenho psico-motor e a mais recente aconteceu em Ndalatando.Aberta à todas as franjas e idades, o projecto da FAG extensivo às 18 províncias do país, das quais sete já foram abrangidas, nos próximos dias a actividade chega às províncias do Cunene, Malanje e Zaire.

Infelizmente, Angola é um país com algum índice de prevalência de doenças cardiovasculares, mas esta iniciativa do órgão federativo pode ajudar na redução desse mal, até porque é uma forma de educar a nova população para hábitos mais saudáveis .De resto, e como disse o presidente da Federação Angolana de Ginástica, Auxílio Jacob, “é necessário, que todas as forças vivas da sociedade, envidem esforços, no sentido de mobilizar a população a criar, quer seja no lar, que no local de trabalho, o ambiente da prática de exercícios físicos, com vista a uma Angola mais saudável, com força de trabalho e capacidade de executar de forma conveniente e convincente as tarefas de reconstrução e desenvolvimento do país.
Por tudo isso, a ginástica está, pois, em estado de graça no país.

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    A eliminao do Petro e o tal patriotismo

    Terminada a participação Petro de Luanda, na Taça Nelson Mandela, é normal que por esta altura, esteja a ser feita uma profunda reflexão em torno da participação na referida competição africana, nos mais diversos aspectos que ela comporta, sem descorar, portanto, a (des) continuidade do técnico Beto Bianchi, que mais uma vez não conseguiu o troféu de uma competição em que esteve envolvido. 

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Palancas Negras de olhos no Egipto

    A Selecção Nacional de futebol honras, vulgo Palancas Negras, só depende de si para chegar à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019, que vai ser disputado no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

Ver todas »