Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Natao e piscinas

13 de Abril, 2015
A nova piscina olímpica que a província da Lunda Sul se propôs erguer naquelas paragens, e cujas obra de construção já está em fase de conclusão, segundo dados da governadora Cândida Narciso, constitui, sem dúvidas, mais um grande ganho para o desporto na generalidade e, em particular, para a juventude local que, deste modo, se poderá movimentar numa modalidade em que a sua beleza se conjuga da melhor forma com os benefícios da sua prática.

Angola nunca teve empreendimentos para a natação de alta-competição em abundância, e mesmo até a Piscina do Alvalade, infra-estrutura que já vem do período colonial e que sobrevive com intervenções pontuais, dá mostras de ser insuficiente para corresponder à demanda.Com a piscina olímpica de Saurimo a funcionar, a qualidade de vida da juventude vai seguramente aumentar, pois, e de acordo com a governante, \"cada valor gasto em desporto traduz uma renovação significativa nos gastos com doenças cardio-vasculares\". A natação constitui-se , deste modo, num dos desportos mais completos para o bem-estar físico e psíquico das pessoas.

A natação como desporto de competição ainda não está disseminada no país da forma que seria de desejar, embora Angola tenha uma vasta costa marítima, onde a sua aprendizagem poderia ser mais fácil, com os devidos descontos, depois, para a alta-competição.Os recintos específicos para isso são escassos, porque no país não tem grandes tanques devidamente preparados para a sua prática como desporto de alta-competição, daí que se aplauda o surgimento desta piscina olímpica em Saurimo.

O desenvolvimento da modalidade não vai, naturalmente, ter uma velocidade supersónica, na Lunda Sul porque leva tempo formar técnicos e, mais do que isso, formar atletas para o desporto de competição, salve algumas excepções. Mas que vai dar outro peso à própria modalidade disso não temos dúvidas, porque com técnicos capacitados, crianças e jovens ávidos em aprender, pode-se criar projectos e perspectivar o futuro.

Havendo a esperança que esta iniciativa que vem da Lunda Sul possa ser seguida por outras províncias, não custa imaginar um outro cenário para a própria modalidade ao nível do país.
O próximo torneio zonal que Angola vai organizar proximamente, pode ser uma boa propaganda para a natação nacional, a viver por estes dias um período de graça porque já tem assegurada a presença nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro no próximo ano, tornando-se na segunda modalidade a conseguir tal feito, depois do andebol feminino.O nadador Pedro Pinotes conseguiu em Portugal os mínimos para a participação no Rio\'2016 , e é evidente que o país ganha com isso.

Últimas Opinies

  • 25 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Dou, primeiro, os parabéns à selecção da África do Sul, que tem um nível de intensidade de jogo superior ao nosso, pois na metade da primeira parte já estavam a ganhar por dois a zero. Nós também criamos boas jogadas, infelizmente não concretizamos

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    O almejado retorno Taa das Naes!

    A presença de Angola na 32ª edição da Taça de África das Nações em futebol já é um facto.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estou aqui para trabalhar. É uma realidade nova para mim. Nunca estive em África.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Angola est no Egipto

    O país acordou, hoje, na ressaca da explosão festiva resultante da qualificação da selecção nacional de futebol, ao Campeonato Africano das Nações, a disputar-se em Junho e Julho, no Egipto.

    Ler mais »

Ver todas »