Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

O momento do basquetebol

14 de Abril, 2016
O basquetebol nacional volta a viver momentos menos bons que em nada se coadunam com o prestígio que a modalidade já ganhou, tanto internamente como além-fronteiras.

Depois da "novela Yanick" que gerou muita discussão e que terminou com o internacional angolano a não ter possibilidades de jogar no Bic-Basket por uma equipa do topo, optando por um clube da liga espanhola, um novo cenário se abriu depois do último jogo entre os rivais 1º de Agosto e Petro de Luanda no pavilhão Victorino Cunha para mais uma jornada da maior prova basquetebolista do país.

A agressão de Leonel Paulo, da formação petrolífera, a Felizardo Ambrósio da equipa militar, com a posterior tentativa de agressão deste último ao seu adversário, deu origem a aplicação de uma falta anti-desportiva, seguida de expulsão do jogador do Petro, o que desde já constituiu um dos grandes erros do árbitro que sancionou o lance ao longo de toda a partida.

O jogo que tinha tudo para ser um grande confronto entre dois "gigantes", acabou por ter cenas tristes, com a atitude dos jogadores petrolíferos, primeiro a recusarem-se a regressar à quadra e depois com a sua atitude de entregar a bola ao adversário quando a tinham em sua posse, uma postura reprovável.

O órgão de disciplina da Federação Angolana de Basquetebol, ao decidir sobre o caso, decidiu aplicar um jogo de suspensão a Leonel Paulo e 15 dias de suspensão ao técnico .

Lazare Adingono que no final do jogo quase se envolveu com o treinador -adjunto da formação militar, enquanto Felizardo Ambrósio saiu apenas com uma admoestação por escrito por ser um infractor primário, a mesma repreensão que o seu treinador -adjunto viu.

Para já, o Petro de Luanda, na voz do seu vogal de direcção Artur Barros já disse que a sua formação não vai recorrer do castigo imposto pela Federação Angolana de Basquetebol ao seu treinador e jogador, assim como ao próprio clube que também acabou por ser multado em trezentos e vinte e oito mil kwanzas.

Os jogos entre militares e petrolíferos são sempre de alta pressão, mas cenas como as observadas no último confronto devem ser evitadas para a salvaguarda do próprio espectáculo e do prestígio que a modalidade já granjeou.

O público paga e quer ver bons jogos nas quadras de jogo, e não agressões ou cenas de pugilato. O basquetebol é um desporto nobre, em nossa casa é praticado com amor e perseverança pelos nossos jovens, daí os campeões que gera e os atletas que despontam, com ambições de um dia desfilarem nas maiores competições mundiais, como por exemplo, a liga norte-americana de basquetebol, NBA.

A educação dos jogadores deve ser uma constante no processo do próprio treino, para que situações como as que observamos no último confronto entre os dois maiores rivais da bola ao cesto do país, não se repitam nas nossas quadras de jogo.

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »