Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

O nosso campeonato

13 de Setembro, 2015
O Girabola está bom e por isso recomenda-se. Os adeptos vibram com a emoções e os espectáculos que são proporcionados pelos artistas da bola, as equipas esmeram-se para conseguirem a cada jornada os melhores resultados possíveis.

Temos assistido a partidas que prendem a atenção dos adeptos e, em algumas situações, já se observa uma afluência razoável de público aos estádios, o que pode indiciar o retorno dos adeptos aos grandes palcos, porque a qualidade dos espectáculos já prende a atenção daqueles que vibram com o desporto-rei.

O dérbi de ontem entre o Petro de Luanda e o 1º de Agosto foi uma boa propaganda para a modalidade com cerca de trinta mil espectadores no estádio 11 de Novembro, porque em confronto estiveram dois dos maiores emblemas do país, petrolíferos que lideram o ranking de conquistas e militares que têm o orgulho de serem o primeiro campeão nacional que Angola conheceu após a Independência Nacional.

O futebol nacional saiu valorizado com aquilo que as duas equipas ofereceram ao público presente, independentemente da rivalidade entre os dois conjuntos que têm sempre contas por saldar.

Curiosamente, das equipas que são apontadas ao título, apenas o 1º de Agosto conseguiu vencer. O Libolo voltou a marcar passo e dá mostras de não ter pressa de ser campeão, pois foi travado nos Coqueiros pelo Atlético Sport Aviação, ASA, com um nulo, resultado que satisfaz grandemente os aviadores que caminham para chegarem a um lugar estável na tabela de classificação, pretendendo chegar ao fim do campeonato sem os sobressaltos do passado, quando por esta altura tinham a permanência tremida.

O Libolo pode continuar a olhar para os seus mais directos perseguidores com a mesma tranquilidade que tinha antes da disputa desta jornada, porquanto o Benfica de Luanda também não foi para além de uma igualdade em casa do Bravos do Maquis, a igual do Kabuscorp do Palanca que no reduto do Sporting de Cabinda regressou à casa sem a tão desejada vitória, mas a vitória dos militares deve ser encarada com certa atenção.

Na cauda do campeonato o Domant FC apenas joga hoje com o Progresso Sambizanga, mas o Maquis continua na penúltima posição, enquanto o Sagrada Esperança com a vitória caseira enceta agora uma luta titânica com o Sporting de Cabinda e a Académica do Lobito.

Decididamente, vamos ter campeonato até ao fim. O Libolo ainda não pode festejar a conquista do segundo título consecutivo, enquanto na luta pela permanência as coisas só estão mais ou menos definidas para o Domant do Bengo, embora a equipa se recuse, teimosamente, a aceitar a despromoção nesta altura, porque quer acreditar que enquanto há vida, há que ter esperança.

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    A eliminao do Petro e o tal patriotismo

    Terminada a participação Petro de Luanda, na Taça Nelson Mandela, é normal que por esta altura, esteja a ser feita uma profunda reflexão em torno da participação na referida competição africana, nos mais diversos aspectos que ela comporta, sem descorar, portanto, a (des) continuidade do técnico Beto Bianchi, que mais uma vez não conseguiu o troféu de uma competição em que esteve envolvido. 

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Palancas Negras de olhos no Egipto

    A Selecção Nacional de futebol honras, vulgo Palancas Negras, só depende de si para chegar à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019, que vai ser disputado no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

Ver todas »