Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

O regresso de Miller

10 de Abril, 2015
O regresso do técnico Miller Gomes ao Girabola foi saudado com algum entusiasmo pelos agentes desportivos. O jovem timoneiro que tinha anunciado um período sabático para se dedicar à formação, a fim de aumentar as suas competências e estar melhor preparado para os desafios que o mundo do futebol hoje impõe, foi apresentado na terça-feira como o novo treinador do Kabuscorp do Palanca.

A rescisão do contrato com o Recreativo do Libolo aconteceu pouco depois de Miller Gomes se ter sagrado, pela primeira vez, campeão nacional, o que gerou, naturalmente, uma série de comentários e especulações. O comunicado emitido pelo clube de Calulo, na altura, foi mal digerido pela comunidade desportiva que não engoliu muito bem os argumentos avançados.

Embora o comunicado vinculasse também Miller Gomes, nunca se ouviu deste, até hoje, qualquer pronunciamento público sobre a sua saída tempestiva do comando técnico do campeão nacional. Na sua página do Facebook, o técnico prometeu esclarecimentos que, no entanto, ficaram por se conhecer até ao momento.

O seu regresso à competição-rainha do futebol nacional, agora nas vestes de treinador do vice-campeão nacional, o Kabuscorp do Palanca, indicia, à partida, que Miller Gomes não saiu do Libolo para fazer a tão propalada formação de Nível III da UEFA, como foi anunciado, que o habilitava a treinar equipas de campeonatos do primeiro escalão da Europa. Por outro lado, este seu regresso antecipado ao Girabola só vem confirmar os temores que se ventilavam, na altura, de que o treinador tinha sido afastado do Recreativo do Libolo para dar lugar ao técnico Sébastien Desabre.

Não sendo crível que um curso daquele nível fosse feito num período inferior a três meses, a conclusão a que se pode chegar é a de que não houve verdade no comunicado que se passou à opinião pública. Ainda que Miller Gomes tenha ido à Europa fazer qualquer refrescamento, não o fez com o propósito de, no futuro, poder treinar equipas de primeira linha.

Fica líquido que o Recreativo do Libolo, face aos interesses que perseguia na maior competição de futebol do continente, a Liga dos Campeões, pretendia um treinador que lhe oferecesse maiores garantias em termos de treinos e resultados, tendo visto no treinador francês uma alternativa para render Miller Gomes.

Chegados aqui, parece-nos que faltou alguma coerência às partes, embora nada impunha que declarassem os termos do acordo feito. Em todo o caso e por uma questão de boa-fé e lisura era mais conveniente dizer a verdade do que procurar argumentos que o tempo se encarregou de desmentir.
Que o Recreativo do Libolo e Miller Gomes não se esqueçam nunca do velho adágio segundo o qual "a mentira tem pernas curtas".

Últimas Opinies

  • 25 de Março, 2019

    O futebol tem os dirigentes que merece

    O futebol nacional vive um sentimento misto: alegria e tristeza. A geração de Gelson vai finalmente puder estar numa montra de dimensão continental, um feito que premeia não apenas todos os jogadores da sua geração mas também o trabalho de Vasiljevic.

    Ler mais »

  • 25 de Março, 2019

    A fria dos adeptos e a vida de Bianchi

    O afastamento, de forma amigável, do técnico hispano-brasileiro Beto Bianchi à frente da forte equipa do Petro de Luanda está a dar que falar, a ponto de agradar particularmente a alguns, sobretudo àquela gente da "tribo do nosso futebol",  que não morre de amores por esta equipa tricolor, até gora a mais titulada do Girabola.

    Ler mais »

  • 25 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Dou, primeiro, os parabéns à selecção da África do Sul, que tem um nível de intensidade de jogo superior ao nosso, pois na metade da primeira parte já estavam a ganhar por dois a zero. Nós também criamos boas jogadas, infelizmente não concretizamos

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    O almejado retorno Taa das Naes!

    A presença de Angola na 32ª edição da Taça de África das Nações em futebol já é um facto.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

Ver todas »