Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Palancas na ordem do dia

12 de Outubro, 2015
As emoções do futebol não terminaram com o fim do Girabola no passado sábado, com a consagração do Recreativo do Libolo como campeão nacional e a definição das duas outras equipas para a segunda divisão, Sporting de Cabinda e Bravos do Maquis.Ainda haverá emoções para a Taça de Angola, quando o Sagrada Esperança e o Bravos do Maquis se defrontarem no dia 31 deste mês numa final inédita mas, por enquanto, os Palancas Negras estão na ordem do dia, dados os seus compromissos com a África do Sul, na corrida para a fase final do Chan do Ruanda no próximo ano, com a disputa sábado, em terreno alheio, da primeira-mão da última eliminatória de acesso à competição.

A equipa nacional orientada por Romeu Filemon começa a trabalhar hoje, com uma sessão ligeira, antes de rumar para o território sul-africano para um estágio de adaptação. A programação para este jogo foi feita com todos os cuidados. A equipa começou a trabalhar e não vai parar, posto que amanhã mesmo, no local do jogo, dá sequência à sua preparação, para o jogo no estádio Lucas Moripe, em Pretória.

Da lista que o seleccionador nacional Romeu Filemon convocou, constam algumas novidades, como o guarda-redes Gância, do Desportivo da Huíla, e regressos, como o do avançado Mateus Galiano, do 1ºde Agosto, que volta a merecer a confiança do técnico, após uma boa ponta final do Girabola, com muitos golos à mistura.O seleccionador optou para esta empreitada por convocar, maioritariamente, os jogadores que garantiram o apuramento para esta fase, pelo que temos um grupo familiarizado entre si e em sintonia com o pensamento do treinador.

Os jogadores convocados estão todos em boa forma desportiva, pelo facto de terem sido preponderantes nos seus clubes na ponta final da maior prova futebolística do país.A ideia de estagiar no reduto do adversário é salutar, dada a altitude que a caravana angolana vai enfrentar a partir de hoje no reduto dos Bafana Bafana, também eles ansiosos para o tão desejado apuramento.

Conseguir um resultado positivo nesta primeira-mão é o estado que anima os jogadores angolanos. Os desafios com os sul-africanos estão longe de serem fáceis para o seleccionado nacional.A África do Sul sempre foi um adversário difícil de ultrapassar e a eliminatória ganha outra dimensão, tratando-se da etapa derradeira para o acesso ao Chan, na qual não há margem para erros para as duas equipas.

O país ainda tem na memória o segundo lugar conquistado no Sudão, quando a Selecção Nacional foi derrotada na final pela Tunísia, e espera um novo regresso à fase final desta prova, para mostrar o trabalho que internamente se faz, com o surgimento de novos talentos, como os jovens Ari Papel e Gelson do 1º de Agosto, ou ainda do guarda-redes Gância, do Desportivo da Huíla.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »