Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Passo em frente

19 de Maio, 2018
A Selecção Nacional de sub-20 está prestes a dar um passo em frente, no acesso ao CAN do Níger, do próximo ano.
Uma vitória amanhã, no confronto com o Malawi, coloca os palanquinhas na eliminatória em que vai ter Moçambique ou África do Sul como adversários, dado que o triunfo em Blantyre permite aos jovens angolanos sonhar com o apuramento.
A ausência de Angola é notória nas grandes montras do escalão em África, mas a aposta do elenco federativo em tirar da letargia o escalão, começa a fazer-se sentir. Por exemplo, o país esteve muitos anos ausente do torneio de Toulon, França, uma prova por onde passaram jogadores que hoje são grandes estrelas no mosaico futebolístico mundial, tal como o argentino Lionel Messi, só para citar um.
O regresso do país a esta competição foi muito saudado e os nossos jogadores não defraudaram, com um participação muito aplaudida.
Daí, que a vitória em casa do Malawi não causou surpresa. Angola já deu cartas no continente, o seu primeiro título em África foi nesse escalão, no Africano da Etiópia, que deu lugar à participação no Campeonato do Mundo da categoria, na Holanda.
É certo, que os triunfos só se confirmam depois dos jogos, mas a Selecção angolana tem amanhã tudo para confirmar a qualificação, na última eliminatória diante de um adversário que ainda assim está ferido no seu orgulho e que num assomo de coragem, pode jogar a última cartada e tentar virar o resultado, pois, nada tem a perder nesta altura.
Longe de um triunfalismo exacerbado, amanhã a postura dos Palanquinhas tem de ser humilde, contudo, imbuído de espírito ganhador, pois, o desfecho da eliminatória só vai ser conhecido no final do jogo dos Coqueiros.
A vitória e os golos marcados fora de casa são factores, que certamente dão ao conjunto a tranquilidade para não se atrapalhar na empreitada que apenas tem de gerir a vantagem que detém.
A selecção não tem nada a inventar, até mesmo para não correr o risco de complicar o que já está desenhado. O trabalho de casa foi bem feito e a prova disso foi o triunfo em casa alheia.
Agora, é cimentar tudo o que foi feito, para que haja aprovação com distinção e o conjunto tem tudo para isso.


Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »