Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Petro segue nas Afrotaas

31 de Março, 2014
A vitória do Petro de Luanda, ontem, sobre o Ismaily do Egipto para a Taça da Confederação permite ao conjunto petrolífero sonhar com a presença na fase de grupos da competição, posto que agora disputa a eliminatória derradeira diante de um adversário que vai ser conhecido amanhã, quando a Confederação Africana de Futebol efectuar o sorteio, na cidade do Cairo.

Como único representante angolano nas Afrotaças, após a eliminação do Kabuscorp, 1º de Agosto e Desportivo da Huíla, a turma petrolífera não defraudou. No terreno do adversário, conseguiu um empate sem golos, resultado que abria fortes possibilidades para a sua qualificação, embora fosse uma faca de dois gumes, dado que se consentisse uma igualdade com golos no 11 de Novembro ficava arredado da competição.

Para este jogo da segunda-mão a turma angolana fez bem o trabalho de casa, e o prémio conquistado foi a vitória que lhe garante a qualificação para a última eliminatória para se apurar os oito conjuntos que repartidos em dois grupos vão lutar pelo troféu.

A vitória sobre o Ismaily foi arrancada a ferros, ou não fosse a turma egípcia oriunda de um país com forte tradição no futebol continental, com uma competição interna bastante forte, cujos clubes chegam quase sempre às fases mais adiantadas das duas competições de clubes organizadas pela CAF.
É evidente que o conjunto angolano ainda não ganhou nada, e que o seu futuro na prova vai ser decidido nesta eliminatória derradeira. Mas chegado a esta fase, o Petro de Luanda tem de acreditar que pode atingir a fase de grupos e, com isso, permitir que no próximo ano o futebol nacional esteja representado nas competições africanas com quatro formações.

E ontem, por exemplo, foi bonito constatar o apoio que os petrolíferos receberam dos adeptos, não só os ligados à sua camisola como os de outros emblemas, um gesto solidário que deve acontecer sempre em situações do género, porquanto está sempre em jogo o prestígio do futebol nacional.
Angola beneficiou de quatro equipas este ano por causa da boa campanha no Recreativo do Libolo que chegou à fase de grupos da Liga dos Campeões, um clube restrito a que só têm acesso as melhores equipas do continente.

Amanhã os petrolíferos sabem quem vão ter pela frente nos dois jogos desta eliminatória derradeira, mas seja qual for adversário, a equipa angolana deve estar ciente de que após chegar a esta fase as suas possibilidades são iguais à de todos os outros conjuntos que estão em confronto, e que também almejam chegar à etapa final da competição.

Últimas Opinies

  • 24 de Agosto, 2019

    O amiguismo na resciso

    O assunto de momento no nosso futebol, convenhamos, é sem dúvidas o desenlace entre a Federação Angolana de Futebol (FAF) e o técnico Srdjan Vasiljevic, em face de algumas situações que vinham acontecendo e que originou que se estalasse o verniz.

    Ler mais »

  • 24 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Os jogadores aguardaram isso dos dirigentes, para que a motivação crescesse

    Ler mais »

  • 24 de Agosto, 2019

    O sonho dos grupos

    Após as vitórias extramuros nas deslocações à Tanzânia e ao Lesotho, o 1º de Agosto e Petro têm, neste fim-de-semana, a oportunidade soberana de confirmarem a qualificação para última eliminatória de acesso a fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Viemos a público para responder ou esclarecer o que aconteceu.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

Ver todas »