Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Porcelana no Girabola

10 de Setembro, 2015
Os amantes do desporto na província do Cuanza -Norte, exultaram de alegria no último fim-de-semana, depois da equipa do Porcelana FC ter garantido a ascensão ao campeonato nacional de futebol da primeira divisão, no que configura o regresso depois de 2013, em que acabou despromovida ao fim da competição, num processo rocambolesco que não importa lembrar aqui.

A satisfação, manifestada pelos cuanza -nortenhos, tem toda a razão de ser. O Girabola não tem só a particularidade de recrear os amigos do futebol, como de trazer perspectivas de negócios, lá onde se discutirem propostas . Parecendo que não, com o Girabola ganha-se muito. E o Cuanza -Norte, o município do Cazengo particularmente, ressentiu-se com a despromoção da equipa.

Em 2016, fim-de-semana sim, fim-de-semana não, e em alguns casos em semanas seguidas, a província vai passar a ter outro ar, outra vida, outra azáfama, porque o futebol tem essa particularidade. As poucas unidades hoteleiras em Ndalatando vão ser mais solicitadas, quer seja da parte das equipas competitivas, quer dos que vivem o futebol na pele, se desloquem das suas localidades para assistirem aos jogos ao vivo.

O mesmo pode dizer-se dos serviços de restauração, que passam a conhecer maior procura nos dias dos jogos, em que gente chegada de outros municípios da província, procuram fazer as refeições na cidade e depois evoluir para o estádio dos Dinizes. São muitas as vantagens, a registar com a presença do Girabola na província. Mesmo as vendedoras de água mineral e refrigerantes nas cercanias do estádio, passam a ter mais procura, e em consequência mais vendas.

Espera-se, que desta vez a equipa tenha subido para fazer um campeonato mais tranquilo, longe dos problemas enfrentados na sua primeira experiência. Aliás, se é verdade que a primeira vez é mais difícil, na segunda tem-se sempre mais maturidade, podemos estar seguros que vamos ter um outro Porcelana em 2016.

Por outro, ainda com a presente edição em curso, pensamos que a direcção do clube e outros colaboradores na província, vão ter tempo suficiente para traçar estratégias, que façam com que quando chegar à competição se tenha a casa suficientemente arrumada, para um campeonato em que não prometendo fundos e mundos, porém não seja só mais uma equipa, mas um adversário a ter em conta.

A organização, a experiência já nos deu a ver, que é o segredo do sucesso. Quando há organização, mesmo equipas pequenas, consegue - se impor com firmeza aos adversários e a outros desafios. Encontramos no presente Girabola, um exemplo claro disso, no Progresso da Lunda Sul. Vinda do nada, a equipa às ordens de Kito Ribeiro, está a ser, verdade diga-se, uma sensação agradável.

Quando muitas equipas habitués do campeonato, que entraram cheias de promessas e contas feitas à vida, algumas até com sérios riscos de descerem de divisão, a equipa do Progresso da Lunda Sul está alcandorada no pelotão da frente e a crer nas declarações do técnico, faz contas para fechar a prova em quinto lugar, o que a acontecer não vai deixar de ser um autêntico sucesso.

Enfim, não estamos aqui para dar lições. De certeza que a direcção do clube cuanza nortenho sabe o que é preciso fazer, de modo que o regresso da equipa ao escalão superior do futebol nacional, longe de ser um passeio turístico, seja definitivo. Bem haja Porcelana...

Últimas Opinies

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estou aqui para trabalhar. É uma realidade nova para mim. Nunca estive em África.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Angola est no Egipto

    O país acordou, hoje, na ressaca da explosão festiva resultante da qualificação da selecção nacional de futebol, ao Campeonato Africano das Nações, a disputar-se em Junho e Julho, no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Amanh um "tudo ou nada

    Amanhã é uma espécie de Dia D, para nós, e tal fica a dever-se aos ‘’Palancas Negras’’

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

Ver todas »