Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Regaste do ttulo

19 de Maio, 2014
A vila de Calulo festejou no sábado, de forma antecipada, o primeiro dos dois títulos que a população prevê para esta época. O mérito coube à equipa de basquetebol do Recreativo do Libolo, que resgatou o título perdido na temporada passada para o 1º de Agosto.

Para dar mais ênfase ao título, o regaste foi diante do mesmo 1º de Agosto e em pleno pavilhão Victorino Cunha. Numa autêntica demonstração de força e de querer, a equipa de Calulo foi ao terreno do seu adversário festejar a reconquista do título perdido em 2013. Foi, por assim dizer, um ajuste de contas.

Quando restam ainda duas jornadas para o final da competição, o conjunto orientado por Norberto Alves venceu o seu principal adversário na luta pelo troféu, por 78-77, e somou 19 pontos. Mesmo perdendo os restantes encontros, o Libolo totaliza 21 pontos, números inalcançáveis pelas restantes equipas.

Deste modo, a formação do Cuanza Sul recupera o troféu perdido em 2013 para o 1º de Agosto e soma dois no seu historial. Na partida de sábado, nem os 23 pontos de Felizardo Ambrósio, melhor cestinha, foram suficientes para os “militares” evitarem, não só a derrota, como também a possibilidade de revalidarem o ceptro, num jogo bastante disputado.

Contudo, a equipa do Rio Seco, apesar do equilíbrio, liderou o marcador na maior parte do encontro, tendo terminado o primeiro quarto a vencer por 28-19, o segundo por 44-41 (intervalo) e o terceiro por 62-56. Mas na ponta final não conseguiu manter a vantagem e foi superado por um adversário com melhor preparação mental. Os “rubro-negros” pagaram caro dois erros infantis a 40 segundos do apito final e viram o título fugir para o Cuanza Sul.

Numa análise realista, podemos dizer que o Recreativo do Libolo acaba por conquistar por mérito próprio o título do Bai Basket. Foi a equipa mais competitiva, aquela que mais se reforçou, aquela que melhor soube aproveitar os erros dos seus adversários. O título não é senão uma sequência de tudo isso.

A população de Calulo, apesar dos festejos, aguarda com alguma impaciência que a direcção do clube transforme em realidade a promessa da construção do Pavilhão. Acompanhar via rádio ou pela televisão a conquista de um título não é o mesmo que ver de perto os seus jogadores levantarem o troféu ou a festejarem uma vitória ou uma conquista.

Além disso, o pavilhão ia minimizar os gastos com a equipa de basquetebol. Permanecer em Luanda com toda a estrutura, entre jogadores, treinadores e demais staff, alugar pavilhões para treinos e jogos exige valores contabilísticos que não estão ao alcance de qualquer equipa.

O 1º de Agosto decepcionou tudo e todos. Depois de conquistar todas as provas na época passada, este ano ficou-se pela Supertaça. Perdeu a Taça de Angola para o seu arqui-rival, Petro de Luanda, depois de duas derrotas, e agora o Campeonato Nacional. Derrotas que requerem muita reflexão.

Últimas Opinies

  • 18 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Temos de nos preparar bem para o jogo que será decisivo e estou convicto que iremos fazer este trabalho em conjunto, não temos muito tempo, agurada-nos um trabalho sério contra uma selecção que perdeu todas as partidas.

    Ler mais »

  • 18 de Março, 2019

    L se foi o sonho...

    O Petro de Luanda, até ontem o único sobrevivente angolano nas Afrotaças, não conseguiu evitar a derrota frente ao Gor Mahia FC do Quénia, em Nairobi, num jogo em que estava “condenado” a não desperdiçar, na totalidade, os pontos em discussão.

    Ler mais »

  • 18 de Março, 2019

    Os estreantes e o ritual de integrao

    Igor Vetokele regressa aos Palancas Negras, depois de muito tempo.

    Ler mais »

  • 16 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Eu já vi três vezes o jogo, muito sinceramente deu para ver alguma coisa na atitude e reacção de certos jogadores.

    Ler mais »

  • 16 de Março, 2019

    Operao Botswana

    A Selecção Nacional de futebol em honras concentra-se amanhã, a noite, tendo em vista a derradeira jornada do Grupo I da campanha para o Campeonato Africanos das Nações deste ano, a decorrer entre 21 de Junho e 19 de Julho no Egipto.

    Ler mais »

Ver todas »