Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Regresso do Girabola

10 de Outubro, 2017
Depois da disputa da primeira-mão dos quartos-de-final, as emoções do futebol doméstico voltam neste fim-de-semana com a disputa da 27ª jornada do Girabola Zap, tendo no epicentro a luta pelo título e a fuga à despromoção.
A bola volta assim a rolar para a prova mais mediática do futebol nacional, com um grande suspense a marcar as jornadas derradeiras. No topo e na corrida pelo ceptro 1º de Agosto e Petro de Luanda centram todas as atenções, com os dois adversários proibidos de perder para não atirarem a toalha ao tapete, sobretudo para as hostes tricolores.
Mas a expectativa não está apenas virada na luta pelo título. A “zona vermelha”, cujas equipas lutam para evitar o regresso à segunda divisão também vai estar em destaque, com duas equipas, ASA e Progresso da Lunda Sul, numa luta renhida para não se transformarem no terceiro inquilino com fortes hipóteses de deixar a fina-flor do futebol doméstico, depois de quase confirmada a \"queda\" do JGM e do Santa Rita de Cássia.
Assim sendo, as emoções do Girabola Zap regressam nos mais distintos estádios do país para alegria dos amantes do desporto-rei, que no último fim de semana ocuparam os tempos livres com os jogos da primeira-mão dos quartos-de-final da Taça de Angola, a segunda maior competição a nível nacional.
Tal como aconteceu na jornada anterior, 26ª, em que se registaram algumas surpresas, como a derrota do Petro de Luanda, na Huíla, diante do Desportivo local, por 2-0, obrigando -o a ceder a liderança para o concorrente directo 1º de Agosto, nesta 27ª ronda também se esperam por eventuais surpresas.
Todas as agremiações procuram não deixar escapar pontos nesta ponta final, mas o querer apenas não basta, pelo que só uma postura diferente poderá evitar nova derrota para aqueles que saíram derrotadas na ronda passada. Se por um lado uns estejam concentrados para não desperdiçarem mais pontos, outros estão igualmente atentos na ideia de continuarem a somar novas vitórias.
Em função da posição classificativa e dos objectivos que perseguem, muitas são as equipas que enfrentam a pressão dos adeptos, que começam a manifestar-se de modo mais contundente como aconteceu já com algumas.
Há, por isso, uma enorme expectativa pela disputa da 17ª jornada, pois o desfecho da mesma poderá ajudar a fazer muitas contas e a definir melhor a situação de algumas equipas relativamente à manutenção e à fuga à despromoção e, quiçá, em relação ao título.
A ronda tem nos jogos Interclube - 1º de Agosto , Petro de Luanda - FC Bravos do Maquis, ASA - JGM e Progresso da Lunda Sul - Recreativo da Caála, os que mais vão prender as atenções dos amantes do futebol doméstico.

Últimas Opinies

  • 15 de Julho, 2019

    O real papel do gestor desportivo

    As funções de um gestor desportivo não são mais do que as funções de um gestor de empresas, adaptadas e ajustadas às particularidades de um clube ou federação desportiva.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Quem explica o desporto angolano?

    O nosso desporto merece um estudo profundo, para se encontrar explicações que justifiquem os resultados que vai tendo.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    No nosso grupo (A),  somos a única selecção (Angola) que tem a sua primeira participação  a este nível. Canadá vai para a sua sétima, Nova Zelândia.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Objectivo falhado

    Angola não conseguiu alcançar o objectivo preconizado no Mundial de Hóquei em Patins, que se disputou em Barcelona, Espanha, acabando por se quedar na sexta posição.

    Ler mais »

  • 13 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    Vamos entrar para o campeonato em cada jogo para ganhar, nós queremos começar bem, com o pé direito. Como sabem, já temos o calendário.

    Ler mais »

Ver todas »