Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Saldo positivo

30 de Setembro, 2015
A Selecção Nacional sénior feminina de basquetebol, fechou ontem a participação na primeira fase do Afrobasket que se disputa nos Camarões, com saldo positivo, a confirmar os prognósticos que a apontam como a mais séria candidata ao título, face ao estatuto que exibe no continente.Com quatro vitórias e uma derrota, as pupilas de Jaime Covillhã estiveram muito bem, nesta primeira etapa, considerada por muitos como a fase de estudo entre as selecções. Dos cinco jogos disputados, teve um desaire diante do Egipto por falta de eficácia e concentração, pois em termos competitivos ficou demonstrado que as adversárias estavam ao alcance das angolanas.

Daqui para frente, a concentração, a disciplina táctica e os argumentos técnicos das integrantes da Selecção Nacional têm de vir ao de cima. Entra-se agora, na chamada fase do "mata -mata", ou seja, quem perder arruma as malas para o regresso à casa.As responsabilidades do combinado nacional, enquanto campeã em título, são enormes, pelo que se espera um desempenho mais acentuado a partir desta fase. Todos os adversários, daqui para frente, são teoricamente candidatos ao título, à cautela não se deve ignorar ou menosprezar nenhum deles.

Tal como já fizemos referência, o seleccionador nacional Jaime Covilhã apontou cinco selecções como principais adversárias de Angola, na caminhada rumo à revalidação continental. São elas: Senegal, Moçambique, Nigéria, Mali e Camarões, sem qualquer ordem hegemónica. Ou seja, todas são tidas como competitivas.
Aliás, qualquer delas passou para a segunda fase da competição, o que demonstra a ambição que carregam. Não obstante, todas evidenciarem o mesmo desejo, é consabido que no final apenas uma pode subir ao pódio no lugar mais elevado para levantar a taça. As eliminatórias directas começam precisamente com os jogos dos quartos -de - final a partir de amanhã.

O "cinco" nacional tem as baterias carregadas para o início da segunda fase cuja caminhada se almeja até à final. Os números da primeira fase, permitem tirar ilações positivas e prever um crescimento em termos competitivos, muito mais do que evidenciado na primeira etapa da prova, que se disputa na cidade camaronesa de Yaoundé.

As nossas compatriotas, miram a presença nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro no próximo ano e isso é motivo bastante, para as motivar. Ou seja, só podem chegar às olimpíadas, se estiveram à altura de ultrapassar os obstáculos que se lhes aparecer à frente, a partir de agora até à final, e em consequência, vencerem-na.A empreitada não vai ser um mar de rosas, em função do que pretendem igualmente as outras selecções, mas a esperança da revalidação do título deve ser a divisa no seio do "cinco" nacional, enquanto estiver a competir. E Angola inteira acredita, que as nossas compatriotas vão uma vez mais regressar ao país, de ouro ao peito.

Últimas Opinies

  • 18 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Temos de nos preparar bem para o jogo que será decisivo e estou convicto que iremos fazer este trabalho em conjunto, não temos muito tempo, agurada-nos um trabalho sério contra uma selecção que perdeu todas as partidas.

    Ler mais »

  • 18 de Março, 2019

    L se foi o sonho...

    O Petro de Luanda, até ontem o único sobrevivente angolano nas Afrotaças, não conseguiu evitar a derrota frente ao Gor Mahia FC do Quénia, em Nairobi, num jogo em que estava “condenado” a não desperdiçar, na totalidade, os pontos em discussão.

    Ler mais »

  • 18 de Março, 2019

    Os estreantes e o ritual de integrao

    Igor Vetokele regressa aos Palancas Negras, depois de muito tempo.

    Ler mais »

  • 16 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Eu já vi três vezes o jogo, muito sinceramente deu para ver alguma coisa na atitude e reacção de certos jogadores.

    Ler mais »

  • 16 de Março, 2019

    Operao Botswana

    A Selecção Nacional de futebol em honras concentra-se amanhã, a noite, tendo em vista a derradeira jornada do Grupo I da campanha para o Campeonato Africanos das Nações deste ano, a decorrer entre 21 de Junho e 19 de Julho no Egipto.

    Ler mais »

Ver todas »